quarta-feira, 27 de maio de 2009

CAMPEONATOS NACIONAIS ABSOLUTOS: RESENHA HISTÓRICA


2003 - O PRIMEIRO ABSOLUTO

O primeiro Campeonato Nacional Absoluto teve lugar em Cabeceiras de Basto, nos dias 28 e 29 de Junho de 2003. Organizado pela Federação Portuguesa de Orientação, o evento apresentou um figurino algo diferente do existente hoje em dia, com uma prova de Distância Média e uma prova de Distância Longa, apurando-se o resultado final pelo somatório de pontos de ambas as provas.

Depois de, na temporada anterior, ter quebrado a hegemonia de Joaquim Sousa (COC), Marco Póvoa (ADFA) fez da época de 2002 / 2003 um tempo de afirmação, renovando a vitória na Taça de Portugal, alcançando os títulos de Sprint e de Distância Média e sagrando-se o primeiro Campeão Nacional Absoluto. Atrás de si ficou o seu companheiro de equipa, Daniel Pires, um atleta algo afastado das grandes lides, depois de ter sido o vencedor, cinco anos antes, da Taça de Portugal. Nos lugares cimeiros é possível perceber ainda os nomes de dois jovem atletas - Tiago Aires (CPOC), em 4º lugar e Pedro Nogueira (ADFA), na 6ª posição -, a imiscuírem-se entre a elite e a marcarem já uma posição de destaque que se viria a acentuar nos anos seguintes.

No sector feminino, Raquel Costa (CDCE) brilhou ao mais alto nível num ano em que o seu escalão natural era ainda o de D20. A jovem atleta juntou às vitórias na Taça de Portugal e nos Campeonatos Nacionais de Sprint e de Distância Ultra-Longa, o saboroso título de Campeã Nacional Absoluta, impondo-se claramente a duas atletas conceituadas, Maria Amador (aeGIST) e Carla Freitas (LgAc).

Resultados

Masculinos (41 atletas)


1º Marco Póvoa (ADFA)
2º Daniel Pires (ADFA)
3º João Pedro Valente (CPOC)
4º Tiago Aires (CPOC)
5º João Santos (GD4C)
6º Pedro Nogueira (ADFA)
7º Luís Sérgio (A Comandos)
8º Joaquim Sousa (COC)
9º Santos Sousa (SC Caldas)
10º Manuel Luís (CP Armada)

Femininos (18 atletas)

1º Raquel Costa (CDCE)
2º Maria Amador (aeGIST)
3º Carla Freitas (LgAc)
4º Ana Raquel (COC)
5º Sónia Figueira (AA Mafra)
6º Susana Pontes (CPOC)
7º Anabela Vieito (COC)
8º Céu Costa (GD4C)
9º Isabel Monteiro (COC)
10º Cristina Santos (AA Mafra)


2004 – O “BIS” DE MARCO PÓVOA

S. Bartolomeu do Outeiro (Portel) recebeu, a 26 e 27 de Junho, a segunda edição dos Nacionais Absolutos. No primeiro dia de provas disputaram-se as séries de apuramento, com a final a ter lugar no domingo, sob um sol impiedoso e uma temperatura que se abeirou dos 40ºC. Num ano em que venceu tudo o que havia para vencer, à excepção do título nacional de Distância Ultra-Longa, Marco Póvoa repetiu a vitória da edição inaugural, seguido de João Pedro Valente (CPOC) e do seu grande rival, Joaquim Sousa (COC).

No sector feminino, Maria Sá (GD4C) fez história, alcançando o título absoluto ainda em idade júnior, escalão onde exerceu total domínio. Raquel Costa e Susana Pontes, ambas do CPOC, secundaram a atleta nortenha, enquanto a grande figura da temporada e vencedora da Taça de Portugal, Maria Amador (aeGIST) não foi além do quarto lugar.

Resultados

Masculinos (51 atletas)


1º Marco Póvoa (ADFA)
2º João Pedro Valente (CPOC)
3º Joaquim Sousa (COC)
4º Tiago Aires (CPOC)
5º Santos Sousa (SC Caldas)
6º Pedro Nogueira (ADFA)
7º Paulo Alípio (aeGIST)
8º Marco Martins (aeGIST)
9º Sérgio Caldeira (ADFA)
10º Pedro Duarte (COC)

Femininos (19 atletas)

1º Maria Sá (GD4C)
2º Raquel Costa (CPOC)
6º Susana Pontes (CPOC)
2º Maria Amador (aeGIST)
5º Lídia Magalhães (ADFA)
6º Carla Freitas (LgAc)
7º Anabela Vieito (COC)
8º Helena Tiago (aeGIST)
9º Alice Silva (aeGIST)


2005 – A QUENTE JORNADA DE ELVAS

Elvas recebeu, no primeiro fim-de-semana de Julho, o Campeonato Nacional Absoluto 2005. O evento ficou marcado pela demissão em bloco da Direcção da Federação Portuguesa de Orientação, no primeiro mandato de Augusto Almeida, manifestando dessa forma o seu veemente protesto face àquilo que consideravam uma atitude discriminatória por parte do Instituto do Desporto de Portugal na atribuição de subsídios.

À margem do conflito, no campo meramente desportivo, Marco Póvoa (ADFA) alcançou o título pela terceira vez consecutiva, impondo-se desta feita a Santos Sousa, também da ADFA, um atleta que dominou a temporada… mas no escalão de Veteranos. Outra grande figura destes Campeonatos foi o júnior Alexandre Alvarez (CPOC), aqui a alcançar um brilhante 5º lugar face a nomes bem mais sonantes. Joaquim Sousa (COC) e Tiago Aires (CPOC) voltaram a alcançar um lugar cimeiro sem, contudo, chegarem ao topo.

Quanto às senhoras, depois de Raquel Costa e de Maria Sá, Lídia Magalhães (ADFA) tornou-se na terceira atleta a tomar posse do “trono absoluto”. Lídia Magalhães conquistava aqui o primeiro grande título da sua carreira, encerrando da melhor forma uma época que prenunciava outros e maiores feitos (a atleta viria a vencer a Taça de Portugal na temporada seguinte). Patrícia Casalinho (COC), tal como Alexandre Alvarez ainda em idade júnior, esteve igualmente ao mais alto nível e ocupou aqui um notável segundo lugar, à frente das consagradas Raquel Costa (CPOC) e Maria Amador (aeGIST). A última grande referência vai para a juvenil Andreia Silva (ACARF), outro grande nome da elite feminina actual, a alcançar em Elvas um brilhante 6º lugar.

Resultados

Masculinos (60 atletas)


1º Marco Póvoa (ADFA)
2º Santos Sousa (ADFA)
3º Joaquim Sousa (COC)
4º Tiago Aires (CPOC)
5º Alexandre Alvarez (CPOC)
6º João Casal (GD4C)
7º Luís Sérgio (aeGIST)
8º João Pedro Valente (CPOC)
9º Miguel Morais (CPOC)
10º António Fernandes (Orimarão)

Femininos (55 atletas)

1º Lídia Magalhães (ADFA)
2º Patrícia Casalinho (COC)
3º Raquel Costa (CPOC)
4º Maria Amador (aeGIST)
5º Andreia Silva (ACARF)
6º Susana Pontes (CPOC)
7º Cristina Costa (aeGIST)
8º Maria Palmira (COC)
9º Anabela Vieito (COC)
10º Céu Costa (GD4C)


2006 – QUANDO A IDADE É UM POSTO

Tanto porfiou que acabou mesmo por chegar ao título nacional absoluto. Aos 42 anos de idade, Santos Sousa (ADFA) relegou para o segundo lugar o tri-campeão em título, Marco Póvoa (ADFA), alcançando o galardão com inteiro mérito e encerrando da melhor forma uma temporada onde nem esteve particularmente feliz. Disputados na Tocha a 20 e 21 de Maio, os Campeonatos foram organizados pelo clube Ori-Estarreja, encerrando ainda uma enorme surpresa no escalão masculino que deu pelo nome de Jorge Fortunato. Fruto do notável trabalho desenvolvido ao nível do Desporto Escolar na Península de Setúbal, o atleta das Lebres do Sado, ainda em idade de juvenil, fez vincar o seu valor e alcançou um brilhante terceiro lugar à frente de nomes bem conceituados como os de Pedro Nogueira (16º) ou Joaquim Sousa (18º) ou doutras jovens estrelas em ascensão, casos de Alexandre Alvarez (14º), Diogo Miguel (11º) ou Tiago Romão (17º).

A vitória de Maria Sá no sector feminino, conferiu à atleta do GD4C o seu segundo título nacional absoluto. Com Raquel Costa ausente dos Campeonatos, Maria Sá teve na anterior campeã, Lídia Magalhães (ADFA) e em Susana Pontes (CPOC), respectivamente segunda e terceira classificadas, as suas principais adversárias. Uma referência muito especial para Mariana Moreira (CPOC) que, aos 14 anos de idade, se tornou na mais jovem atleta de sempre a ocupar um lugar entre as dez primeiras classificadas.

Resultados

Masculinos (60 atletas)


1º Santos Sousa (ADFA)
2º Marco Póvoa (ADFA)
3º Jorge Fortunato (Lebres do Sado)
4º Soares dos Reis (ADFA)
5º Miguel Morais (CPOC)
6º Pedro Duarte (COC)
7º Tiago Aires (CPOC)
8º Albano João (COC)
9º João Casal (GD4C)
10º Paulo Franco (AA Mafra)

Femininos (59 atletas)

1º Maria Sá (GD4C)
2º Lídia Magalhães (ADFA)
3º Susana Pontes (CPOC)
4º Emília Silveira (ADFA)
5º Anabela Vieito (COC)
6º Patrícia Casalinho (COC)
7º Sandra Rodrigues (ADFA)
8º Andreia Silva (ACARF)
9º Catarina Ruivo (COC)
10º Mariana Moreira (CPOC)


2007 – QUATRO ANOS DEPOIS O MESMO RESULTADO

Numa organização do CAOS – Clube de Aventura e Orientação de Sintra, os Campeonatos Nacionais Absolutos da época 2006 / 2007 rumaram a Canha – Montijo. As provas tiveram lugar nos dias 5 e 6 de Maio e fizeram saltar novamente para a ribalta o nome de Marco Póvoa (ADFA), a alcançar aqui o seu quarto título absoluto em cinco possíveis. Tiago Aires (CPOC), graças ao segundo lugar, alcançou aqui o seu melhor resultado de sempre na competição, enquanto Joaquim Sousa (COC) igualou o terceiro lugar de 2004 e 2005. Santos Sousa volta a marcar presença no top-10, uma lista que integra pela primeira vez três dos mais sólidos esteios da nossa Orientação, o actual Campeão Nacional de Estafetas Tiago Romão (COC), o actual Campeão Nacional de Distância Longa Diogo Miguel (Ori-Estarreja) e o actual Campeão Nacional de Sprint e de Distância Média Miguel Silva (CPOC).

Se na época passada a vitória de Maria Sá poderá ter sido facilitada pela ausência de Raquel Costa, a verdade é que em 2007 aconteceu o contrário. Maria Sá viu-se forçada a desistir e Raquel Costa somou a sua segunda vitória na prova, igualando a eterna rival em número de títulos absolutos. Patrícia Casalinho (COC) repetiu a segunda posição de 2005 e Lídia Magalhães (ADFA) foi desta feita a terceira classificada. Nos primeiros dez lugares volta a ser possível observar duas atletas juvenis, Joana Costa e Isabel Sá (ambas do GD4C), ocupando a nona e a décima posições, respectivamente.

Resultados

Masculinos (61 atletas)


1º Marco Póvoa (ADFA)
2º Tiago Aires (CPOC)
3º Joaquim Sousa (COC)
4º Santos Sousa (ADFA)
5º Pedro Nogueira (ADFA)
6º Tiago Romão (COC)
7º Diogo Miguel (Ori-Estarreja)
8º Miguel Silva (CPOC)
9º Manuel Luís (CP Armada)
10º André Ramos (COC)

Femininos (59 atletas)


1º Raquel Costa (CPOC)
2º Patrícia Casalinho (COC)
3º Lídia Magalhães (ADFA)
4º Emília Silveira (ADFA)
5º Andreia Silva (ACARF)
6º Paula Nóbrega (Orimarão)
7º Susana Pontes (CPOC)
8º Catarina Ruivo (COC)
9º Joana Costa (GD4C)
10º Isabel Sá (GD4C)
.

2008 – OS MAIS DISPUTADOS DE SEMPRE

Integrados nessa grande festa da Orientação que são os 4 Dias do Minho, o Campeonato Nacional Absoluto 2008 teve lugar em Terras do Bouro (Gerês) nos frios e chuvosos dias 24 e 25 de Maio. A Organização esteve a cargo do .COM – Clube de Orientação do Minho, naqueles que foram os Campeonatos mais disputados até ao momento. A vitória no sector masculino coube de forma surpreendente a Tiago Romão (COC), que se torna assim no primeiro atleta em idade júnior a triunfar naquela que é, para muitos, a mais importante competição do calendário nacional. Depois do brilharete de 2006, Jorge Fortunato voltou a estar ao seu melhor nível e alcançou um precioso segundo lugar. Quanto a Tiago Aires e ao seu terceiro posto, apenas há a dizer que ainda não foi desta.

No que às senhoras diz respeito, Raquel Costa (SRSP Gafanhoeira) bateu por escassa margem Maria Sá (GD4C), desfazendo o empate em número de títulos absolutos a seu favor. Nos três lugares imediatos é possível ver, por esta ordem, Mariana Moreira (CPOC), Joana Costa (GD4C) e Ana Coradinho (SRSP Gafanhoeira), com a particularidade de todas elas serem ainda juvenis. A referência final vai para Vera Alvarez (CPOC) e para o 8º lugar alcançado com apenas 14 anos de idade, isto precisamente um mês depois de se ter sagrado Campeã Mundial de Distância Média de Desporto Escolar, em Edimburgo (Escócia).

Resultados

Masculinos (50 atletas)


1º Tiago Romão (COC)
2º Jorge Fortunato (Ori-Estarreja)
3º Tiago Aires (SRSP Gafanhoeira)
4º Diogo Miguel (Ori-Estarreja)
5º David Sayanda (Ori-Estarreja)
6º Santos Sousa (ADFA)
7º Marco Póvoa (ADFA)
7º Joaquim Sousa (COC)
9º Celso Moiteiro (COC)
10º Luís Sérgio (ATV)

Femininos (49 atletas)

1º Raquel Costa (SRSP Gafanhoeira)
2º Maria Sá (GD4C)
3º Mariana Moreira (CPOC)
4º Joana Costa (GD4C)
5º Ana Coradinho (SRSP Gafanhoeira)
6º Catarina Ruivo (COC)
7º Paula Nóbrega (Orimarão)
8º Vera Alvarez (CPOC)
9º Maria Pereira (ADFA)
10º Isabel Sá (GD4C)

[O Orientovar agradece a disponibilidade de Acácio Porta Nova no fornecimento dos resultados referentes a 2004]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: