sábado, 16 de maio de 2009

5º TROFÉU DE ORI-BTT DO CPOC: GUTERRES & GUTERRES TRIUNFAM EM MONSANTO


A Ori-BTT abriu o fim-de-semana com uma prova em Monsanto, o pulmão verde da cidade de Lisboa. Tiago Fernandes, o Director da Prova, faz aqui o balanço duma jornada variada, divertida e com um momento verdadeiramente especial.

Teve hoje lugar em Monsanto o 5º Troféu de Ori-BTT do CPOC, prova a contar para a Taça FPO de Ori-BTT da época 2008 / 2009. Estiveram presentes cerca de 120 atletas, com a etapa da manhã mais concorrida que a de tarde, apesar desta última se ter revelado um desafio para todos os que quiseram participar.

A primeira etapa era uma prova habitual, com percurso pré-definido. Alguns participantes experimentaram pela primeira vez a Ori-BTT, casos de Joana Soares, que apesar de acompanhada por Pedro Roque, disse no final que se tinha divertido bastante, tendo feito a prova ao seu ritmo. Estreia absoluta foi a de Ricardo Aires, também ele fazendo a prova acompanhado do pai, o Director Técnico Nacional, António Aires, no final bastante contente, não só por ter praticado Orientação, mas, por poder desenvolver os seus conhecimentos práticos de BTT. Para quem organiza, estes são os momentos que marcam.

Dois outros jovens estiveram presentes e não posso deixar de os referir: Filipe Silva, do CAOS, e Ana Margarida Rocha, uma repetente em provas organizadas pelo CPOC (lembramo-nos dela aquando do Dia Nacional de Orientação, onde ainda fez o percurso acompanhada do seu pai, António Rocha, desta vez, já foi a solo). Esperamos que estas experiências sejam para repetir, são bem vindos e fazem falta.

Nos escalões de Seniores e Veteranos, o destaque vai para os Seniores Masculinos, com os três primeiros separados apenas por 25 segundos e a deixarem a decisão para a etapa da tarde. Mário Guterres (CP Telecom) ganhou por apenas 4 segundos, Rita Guterres, também do CP Telecom, foi a vencedora em Seniores Femininos com alguma vantagem sobre Joana Frazão (CIMO), em Veteranos femininos destacou-se Sónia Saramago (ATV), Pedro Dias (Montepio Geral) impôs-se em Veteranos I e Luís Sousa (Clube TAP) em Veteranos II.

A etapa da tarde foi um percurso em 'score', onde a principal diferença para aquilo que acontecera da parte da manhã é que não havia um percurso pré-definido e como tal os atletas teriam que escolher qual a ordem porque iriam realizar o seu percurso, tendo que controlar igualmente todos os pontos. O desafio era por isso mais elevado.

Se a etapa da manhã já tinha revelado um grande nível competitivo nos Seniores Masculinos A, a da tarde veio surpreender por completo quem acompanha a Orientação. Os três atletas que já de manhã tinham ficado separados por apenas 25 segundos, desta feita terminaram com uma diferença de apenas 8 segundos entre e com a ordem das posições a alterar-se. A vitória coube a Eduardo Sebastião (Clube TAP), seguido de Mário Guterres a sete segundos e de José Marques (CPA Armada) com mais um segundo. Mais o mais impressionante é que, comparando opções, elas foram bastante distintas, o que só revela o carácter competitivo que esta vertente tem para a Ori-BTT. Em Seniores Femininos a vitória sorriu de novo a Rita Guterres, enquanto em Veteranos I ganhou desta vez Jorge Silva (CIMO) e em Veteranos II Escada da Costa (Individual). Em Veteranos Femininos, devido a um “furo” logo no inicio, Sónia Saramago não terminou a sua prova, tendo vencido a já Veterana II, Margarida Novo (CN Alvito). Nos Jovens apenas Filipe Silva conclui a sua prova.

Em termos de prova, os vencedores foram Filipe Silva (CAOS), Mário Guterres e Rita Guterres, ambos do CP Telecom, João Ferreira (CIMO) em Seniores B, Pedro Dias (Montepio Geral), Margarida Novo (CN Alvito), Carlos Lobo (Clube EDP) em Veteranos B e Escada da Costa.

O momento alto aconteceu na cerimónia de entrega de prémios às equipas, tendo ganho o ATV, o CIMO ficado em segundo e o CAOS em terceiro. O momento que para mim ficará na memória aconteceu por terem escolhido para seus representantes os elementos mais novos presente, o ATV não tendo jovens presente, fez subir ao pódio o André (filho dos nossos amigos do ATV Maria Amador e Luís Sérgio), pelo CIMO subiu a Margarida Rocha e pelo CAOS o Filipe Silva, acompanhado do João (filho dos nossos amigos do CAOS Ângela Pedro e Nuno Pedro). E se para uma organização este é o último momento oficial de uma prova, o poder aplaudir este pódio marcou o meu dia e ficará na minha memória associado a mais esta organização que o CPOC levou a cabo.

A todos os elementos do CPOC que estiveram presentes nesta prova, e como Director de Prova, faço aqui público o meu agradecimento. Até em breve numa floresta, o que para alguns será já no próximo fim de semana na prova do ATV.

Tiago Fernandes

Consulte mais informações e os resultados completos em
http://www.cpoc.pt/eventos.php?ev=5OriBTT.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: