quinta-feira, 23 de abril de 2009

HUNGARIAN MTBO CUP: AS PERSPECTIVAS DE DANIEL MARQUES


Líder incontestado do ‘ranking’ nacional, Daniel Marques é um dos valores seguros da nossa Ori-BTT. Vamos vê-lo no próximo fim-de-semana a lutar com alguns dos maiores nomes mundiais por um lugar cimeiro na Hungarian MTBO Cup. À partida para a Hungria, o atleta confiou ao Orientovar as suas maiores expectativas.

A hipotese de ir à Hungria surgiu numa conversa entre mim e o seleccionador húngaro, de seu nome Sandor Talas, quando decorria o Campeonato Europeu de Ori-BTT na Lituânia. Nessa conversa interessante, tivemos oportunidade de trocar ideias sobre a realidade da modalidade em cada um dos nossos países. Houve desde logo o convite para ir competir à Hungria, uma prova internacional muito competitiva e num terreno fascinante, segundo Talas.

Esta competição vem numa fase importante da época, visto que é na véspera dos Campeonatos Nacionais e Ibérico. Tenho estado a treinar regularmente desde o início do ano e sinto que as minhas performances têm vindo a melhorar gradualmente. Neste momento estou a atravessar um bom momento de forma, como foi evidente nos resultados obtidos no III Open de Ori-BTT do ATV! Confesso que estou a aguardar com alguma expectativa o Hungarian MTBO Cup e tenho curiosidade em saber qual é o meu nível competitivo internacional actual. Espero, com alguma naturalidade e humildade também, lutar por um top 10 nesta competição em particular.

Esta época não arrancou da melhor forma. Estive de ‘ressaca’ dos Campeonatos do Mundo e da Europa, onde obtive resultados abaixo das expectativas. Por compromissos profissionais tive de abdicar de muitos treinos e infelizmente, nos períodos mais importantes da época transacta, estava claramente mal preparado e também algo desmotivado pelo desenrolar dos acontecimentos. Mas com a entrada em 2009 retomei aos treinos intensivos, e com a ajuda do meu treinador, Mestre Jorge Caldeira, tenho vindo a desenvolver um trabalho com muita disciplina associada.

O pior momento da época foi a minha prestação no WRE de Grândola onde cometi "mp" no primeiro dia de competição e tanto a nível físico como técnico estive sinceramente mal! O mais positivo da época e aquilo que me deixa optimista em relação ao futuro, é a forma como tenho evoluído fisicamente e tecnicamente. Os resultados mais recentes demonstram que estou no caminho certo...

Expectativas quanto a resultados? O meu pensamento e ambição de momento é continuar a trabalhar de forma a melhorar todos os resultados absolutos de Portugal em grandes competições internacionais e que me pertencem. A minha especial atenção irá para a prova de Sprint em que me sinto com francas capacidades para atingir um top 10 e, assim, melhorar o 16º lugar no MTBO WOC 2007 e o 21º lugar no MTBO WOC 2008.


Saiba tudo sobre a Hungarian MTBO Cup em
http://www.mtbo.hu/.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: