quinta-feira, 23 de abril de 2009

HUNGARIAN MTBO CUP: AS EXPECTATIVAS DE SUSANA PONTES


Susana Pontes é, já aqui o dissemos, a nossa ilustre representante na Hungarian MTBO Cup, que decorrerá em Veszprém (Hungria) no próximo fim-de-semana. Sobre a sua participação na grande prova húngara, a virtual vencedora do ‘ranking’ nacional de Ori-BTT 2008 / 2009 deixa aqui as suas impressões.

A possibilidade desta participação na Hungria surgiu através da ‘pressão’ exercida pelo João Ferreira, atleta H20 de Ori-BTT do DA Recardães, em querer participar numa Prova WRE fora de Portugal. A ideia é conseguir enquadrar toda uma viagem com os compromissos de ordem pessoal e profissional... Conhecer as rotinas, o cansaço... Esta é mais uma experiência (maluqueira!) que considero poderá ser bastante cansativa... Vamos ver como eu a supero!!! Mas é certo que será mais um momento de aprendizagem... Aparece antes do Campeonato Nacional de Ori-BTT e será uma forma da preparação competitiva, ou não! Conto com o apoio da Loja das Bicicletas (Ldb), que se ocupa do "tratamento" da Bicicleta, com o apoio do CPOC, de acordo com o Regulamento Interno do próprio clube e ainda com apoio da minha conta bancária! Também, não menos importante, o apoio de todos os amigos do CPOC que me dão força para subir mais um degrau, mesmo que ele seja um pouco mais alto que a minha perna (não é difícil!)...

Esta época tem decorrido de forma bastante positiva. O ponto alto será, sem dúvida, ter o ‘ranking’ já garantido; um ponto baixo é mesmo o ter chovido bastante esta época... e chuva é igual a esqueleto molhado sistematicamente, eh! Relativamente ao presente momento, tenho estado a tentar ultrapassar uma fase de cansaço. A Páscoa “deu cabo de mim", depois tivemos a visita de estudo (Suiça), o Ori-BTT em Outeiro da Cabeça, o estágio... Quanto à Competição esta época, as adversárias não são muitas, mas a competitividade é alguma e bem mais madura! Se me acomodo, de certeza que não ganho, pelo que a necessidade de treinar é factor preponderante... Claro, que é necessário que surjam mais elementos para que o escalão de Elite Feminina não "morra"!

A nível interno, até final da época, apenas falta uma prova importante. O ‘ranking’ está garantido e agora vamos tentar alcançar os quatro Títulos Nacionais que faltam!!! O que eu gostaria mesmo era de ter uma boa prestação no Campeonato da Europa na Dinarmarca e no Campeonato do Mundo em Israel, caso esteja presente! No Top vinte mundial, não será fácil conseguir um lugar, mas impossível nunca direi ser... já aprendi há algum tempo que impossíveis não existem... São necessárias várias provas no circuito mundial para que se possam somar pontos suficientes, o que a nossa vida profissional não permite... Acho mesmo que o mais importante que tenho retirado desta presença na Orientação é a aprendizagem competitiva, quer ao nível do treino como no do saber estar para a competição.

Saiba tudo sobre a Hungarian MTBO Cup em
http://www.mtbo.hu/.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: