quinta-feira, 16 de abril de 2009

2009 ISF WORLD SCHOOL CHAMPIONSHIP ORIENTEERING MADRID: MANHÃ COM ALGUMAS SURPRESAS


‘Model Event’, reuniões técnicas e recepção oficial no Ayuntamento, com muita chuva, vento, frio e alguma desorganização de permeio. Foi assim a manhã do primeiro dia integralmente passado em Alcalá de Henares, num relato feito com a preciosa colaboração de Ricardo Chumbinho, Hélder Ferreira e Tiago Aires.

O dia começou cedo, com o pequeno-almoço a ser aprazado para as 07:30, uma vez que para esta manhã estava agendada a primeira ida ao terreno para o Model Event.

Era grande a expectativa relativamente ao terreno próximo da competição. É que, apesar de ser já do conhecimento da maioria dos jovens que participaram no estágio organizado por Tiago Aires há pouco menos de um mês, havia uma certa ansiedade de voltar a percorrer aqueles terrenos, agora bem mais húmidos, escorregadios e pesados. De acordo com o escalão etário, os atletas realizaram uma parte do percurso previamente definida pelos treinadores. Apesar de já muitos terem estado neste mapa, não deixaram de voltar a impressionar as magnificas paisagens, falésias e florestas. Sem duvida que este ISF promete bons mapas e terrenos.

À mesma hora, enquanto técnicos e atletas se encontravam no treino, os chefes de comitiva participavam numa reunião de ‘team leaders’ agendada para determinado local, a determinada hora… mas que acabou por acontecer noutro local e a uma hora bem diferente, proporcionando o primeiro percalço da jornada. Nesta reunião, entre outros breves assuntos, foi entregue à Organização a ordem de partidas definida para cada equipa e estudada na véspera entre técnicos e atletas. Interessante é notar-se a forma como cada equipa definiu a sua estratégia em função das características individuais de cada atleta, sendo aqui importantes não só as características técnicas e físicas, mas também as emocionais; efectivamente, o facto de diferentes atletas reagirem de maneira diferente ao tempo de espera na Arena, bem como a forma como se comportam numa situação de muitos ou poucos atletas no terreno, acaba por condicionar a estratégia de partidas.

Terminada a reunião, os Chefes de Comitiva foram conduzidos ao local do ‘Model Event’, deparando-se com chuva, vento e muito frio. E neste particular cabe um breve espaço para relatar a iniciativa da nossa comitiva que deve ter representado uma vitória de, pelo menos, 10-0 sobre as restantes: a comitiva portuguesa ia preparada com duas tendas que foram montadas na arena do ‘Model Event’ e que serviram de abrigo aos nossos atletas perante a intempérie, enquanto os restantes aletas e técnicos se abrigavam onde podiam…. até que as nossas tendas foram literalmente tomadas de assalto e passaram a ser as “tendas da malta”. Óptimo para a socialização!
.
As boas-vindas do Ayuntamento

Seguiu-se algum período de indefinição relativamente ao transporte dos Chefes de Comitiva para a cidade, onde estava prevista a tradicional recepção por parte do Alcalde del Ayuntamento. A que horas seria?… Qual o ponto de encontro?… Algumas permanentes surpresas para não deixar instalar a monotonia... Finalmente dentro do autocarro, apenas houve que esperar cerca de 20 minutos (!) pelo Escocês e pelos Chineses, após o que se iniciou o tão aguardado périplo. À chegada, nova surpresa… mais meia-hora de espera. Tempo suficiente para reconhecer o trajecto e local da Cerimónia de Abertura aprazada para a tarde (numa praça ao ar livre e sem plano “B” em caso de chuva).

Deu-se então a simpática e muito digna recepção por parte das autoridades locais no Salão Nobre da Câmara Municipal, onde o respectivo autarca dirigiu algumas palavras de agradecimento e boas-vindas aos participantes, sempre acompanhado por tradução para Francês, Alemão e Inglês, esta última particularmente deliciosa. Como é também habitual, foi nesta ocasião que se deu a sempre interessante troca de lembranças entre a cidade anfitriã e as comitivas presentes, com estas a ofertarem ao Alcalde produtos de natureza diversa alusivos aos respectivos países de origem.

Terminada a cerimónia, embarque para o hotel para almoço, até porque o mesmo estava agendado para as 15:00. Uma vez mais, os nossos amigos espanhóis primaram por uma excelente refeição em quantidade, qualidade e variedade, o que é sempre gratificante particularmente a esta hora (o pequeno almoço tinha sido tomado às 07:30 e “fastio” é palavra que não existe no vocabulário dos nossos atletas e técnicos).
..
[fotos gentilmente cedidas por Ricardo Chumbinho]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: