quarta-feira, 15 de abril de 2009

2009 ISF WORLD SCHOOL CHAMPIONSHIP ORIENTEERING MADRID: DIÁRIO DE BORDO, DIA 2


A comitiva portuguesa aos Mundiais de Orientação de Desporto Escolar ISF 2009 já chegou a Madrid. Uma viagem longa e cansativa que culminou num “esticar de pernas” memorável.

O dia de ontem foi consumido praticamente todo com a viagem para Madrid e teve início com um episódio pitoresco. Registando-se um atraso de dois minutos (!) relativamente à hora marcada para o embarque dos professores em Arraiolos com destino a S. Pedro da Gafanhoeira, onde embarcaria toda a restante comitiva… o motorista entendeu por bem partir sozinho! Chegado ao local de concentração, onde já estavam Tiago Aires e todos os alunos, tentou perceber-se o motivo de vir sozinho, ao que o voluntarioso motorista respondeu: “ - Não estava ninguém … vim-me embora!” É assim mesmo, horários são horários! Entretanto estava o grupo de professores em Arraiolos a aguardar o autocarro e achou-se por bem, sendo impossível o contacto por telemóvel por falta de rede, perguntar no Café da Rodoviária se alguém tinha visto tal motorista. Resposta da senhora: “ - Esteve aqui a tomar café e saiu há uns minutos para o estrangeiro!” Impecável!

A viagem decorreu sem incidentes de maior e em parte foi aproveitada para ensaiar uma das apresentações com que a comitiva portuguesa brindará os seus companheiros de outros países durante o Festival das Nações. Para além da descontracção proporcionada, este momento constituiu uma oportunidade privilegiada para revelação de alguns talentos escondidos. A rever em próximas oportunidades… De resto, exceptuando alguns episódios de enjoo que duraram todo o percurso até Alcalá de Henares e que deixaram um verdadeiro “herói do asfalto” com necessidade de ser assistido por um médico à chegada, tudo correu bem e não foi sequer impeditivo duma “saudável” refeição de panados com batata frita ao jantar, segundo ementa seleccionada criteriosamente pelo próprio!

Finalmente chegou-se ao destino – Hotel Alcalá Plaza, onde se encontram instaladas também as comitivas da Bélgica, Israel, Áustria, Eslovénia e Eslováquia -, onde teve lugar o habitual processo de acreditação junto da Organização levado a cabo pelos Chefes de Comitiva. Entretanto, à boa maneira portuguesa, invertia-se a ordem dos factores e os técnicos procediam ao alojamento do atletas… antes mesmo de feita a acreditação.



Um treino de corrida contínua para descomprimir

Para descompressão muscular da viagem, o primeiro grande momento da comitiva portuguesa já em Madrid constituiu num treino de corrida contínua. Tratou-se de um momento verdadeiramente espectacular com os nossos 40 atletas a correr em pelotão nas imediações do hotel localizado já fora do espaço urbano, numa enorme e colorida demonstração de companheirismo e espírito de grupo que não deixou indiferente quem quer que tenha assistido, desde elementos de outras comitivas até simples transeuntes.

Após o treino e o banho respectivo, chegou o momento do primeiro embate da comitiva com o que seria a alimentação proporcionada pela Organização. Depois do primeiro grande teste – as condições de alojamento merecem nota elevada -, a expectativa para este segundo momento decisivo era enorme; nuns casos apreensão … noutros mesmo algum receio … que se vieram a revelar totalmente infundados para alívio de todos. O repasto foi em regime de ‘buffet ‘ e marcado por elevada qualidade, quantidade e variedade – sopa do mar, massa com carne, salada, arroz, filetes, panados de carne com fiambre e queijo, frango estufado, iogurte gelado, etc… A refeição foi tomada na companhia da comitiva inglesa que se revelou extremamente simpática e afável, tornando mais agradável ainda o momento.

O resto do dia foi preenchido por uma reunião dos técnicos com as respectivas equipas para estabelecimento de algumas linhas de força quanto à postura e actuação, bem como para coordenação do dia seguinte. Seguiu-se uma reunião entre os técnicos, numa altura em que os atletas já se encontravam a gozar um merecido repouso após uma longa viagem. Nesta altura decorre o primeiro contacto com o terreno, durante o model event. O final da tarde ficará marcado pela Cerimónia de Abertura, com concentração na Plaza Santos Niños, pelas 19h00 locais (18h00 em Portugal), à qual se seguirá o desfile pela Calle Mayor e o hastear das bandeiras na Plaza de Cervantes, em Alcalá de Henares.

[fotos gentilmente cedidas por Ricardo Chumbinho]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: