sábado, 11 de abril de 2009

2009 ISF WORLD SCHOOL CHAMPIONSHIP ORIENTEERING MADRID: OS MUNDIAIS EM REVISTA


Numa altura em que Alcalá de Henares se prepara para receber a 13ª edição dos Campeonatos Mundiais de Orientação de Desporto Escolar ISF 2009, o Orientovar lança um olhar sobre as anteriores edições, em particular para aquelas onde Portugal se fez representar.

Teve lugar em 1987, em Jönköping – Huskvarna (Suécia), a primeira edição dos Campeonatos do Mundo de Orientação de Desporto Escolar. Realizados de dois em dois anos, os Campeonatos seguintes fizeram-se disputar em Arlon, Bélgica (1989), Kauhajoki, Finlândia (1991), Bütchenbach, Bélgica (1993), Polva, Estónia (1995) e Cuneo, Itália (1997), estes dois últimos já sob a égide da ISF – International Sport School Federation. Foi precisamente em Cuneo que Portugal se estreou nestas andanças e logo com quatro equipas-escola e quatro equipas-selecção. A representação escolar esteve a cargo da EB 2,3 de Pataias em D2 (14-15 anos), do Instituto Militar Pupilos do Exército em H2, e da Escola Secundária de Mafra, em H1 e D1 (16-17 anos). O terceiro lugar alcançado por Ana Henriques (EB 2,3 de Pataias) constitui ainda hoje um marco na história da Orientação portuguesa, por ter sido a primeira medalha alcançada em competições internacionais, em termos absolutos (desporto federado e desporto escolar).

A segunda participação portuguesa teve lugar em Jurmala (Letónia), no ano de 1998, na 7ª edição dos Campeonatos. Portugal fez-se representar com duas equipas-escola, nos escalões H1/D1 (16-17 anos). Em masculinos, entre 14 equipas, o Instituto Militar dos Pupilos do Exército alcançou o 11º lugar; em femininos, a Escola Secundária de Mafra foi 9ª classificada entre 11 participantes. Portugal esteve ainda representado com uma equipa-selecção masculina no mesmo escalão, tendo sido o 7º e último classificado.

Portugal recebe os Mundiais de 2002

Portugal voltou a marcar presença nuns Mundiais de Desporto Escolar de Orientação, dois anos mais tarde, em Ashdod (Israel). Em equipas-escola, o Instituto Militar dos Pupilos do Exército e a Secundária de Mafra foram novamente os nossos representantes, alcançando os jovens “pupilos” o 7º lugar entre as 11 equipas presentes (escalão H1), enquanto as meninas de Mafra, no escalão D1, não foram classificadas. Tal como em Jurmala, Portugal voltou a apresentar uma equipa-selecção, desta feita no sector feminino (escalão D1), quedando-se pelo 5º lugar entre as 6 equipas presentes.

No ano em que se comemorou o 30º aniversário da International Sport School Federation, foi a vez do nosso País receber os Mundiais de Orientação de Desporto Escolar. Perto de quatrocentos alunos de 13 países marcaram presença em Leiria e na Marinha Grande, entre 12 e 17 de Abril de 2002. Portugal fez-se representar novamente com equipas-escola e equipas-selecção em todos os escalões, obtendo um conjunto de resultados altamente meritórios que lhe valeram, novamente, honras de subida ao pódio. Em equipas-escola masculinas, a Escola Secundária Maria Lamas foi 3ª classificada entre 8 equipas no escalão H2 (14-15 anos), enquanto a Secundária C. Duarte ficou no 4º lugar entre 8 equipas (escalão H1). As equipas-escola femininas viram a Secundária C. Duarte subir ao pódio em D1, com um 3º lugar entre 10 equipas, enquanto o Centro de Estudos de Fátima foi a 5ª classificada entre 10 equipas, no escalão D2. Quanto às equipas-selecção, os resultados foram de nível inferior, com Portugal a ocupar a última posição nos escalões D1 (7º lugar), D2 (5º lugar) e H2 (5º lugar), sendo penúltimo classificado (6º lugar) em H1.


Individualmente, Portugal alcançou igualmente dois terceiros lugares, ambos no escalão H2, o primeiro por Miguel Silva na prova de Distância Longa e o segundo por João Pouseiro, na prova de Distância Média. Merecem ainda referência os resultados alcançados na prova de Distância Média por Mário Leite (7º lugar, H1 Selecção), Anabela Reis (8º lugar, D2 Selecção), Nelson Graça (8º lugar, H2 Selecção), Vanessa Henriques (5º lugar, D1 Escola), Isabel Osório (7º lugar, D1 Escola), Ana Lúcia Silva (10º lugar, D1 Escola), Gildo Silva (7º lugar, H1 Escola), Margarida Marques (4º lugar, D2 Escola), Patrícia Casalinho (10º lugar, D2 Escola) e Fábio Pereira (4º lugar, H1 Escola). Quanto à prova de Distância Longa, destaque ainda para Mário Leite (9º lugar, H1 Selecção), Vanessa Henriques (7º lugar, D1 Escola), Eduardo Rino (9º lugar, H1 Escola) e Patrícia Casalinho (9º lugar, D2 Escola).

A estreia da Secundária de Pinhal Novo


A cidade belga de Bütgenbach voltou a receber um Campeonato Mundial de Orientação de Desporto Escolar no ano de 2004. Nesta 10ª edição do certame, Portugal esteve presente com equipas-escola em todos os escalões e com uma equipa-selecção em H1. O Brasil fez aqui a sua estreia nestas andanças, através das equipas-escola do Colégio Militar de Brasília. Começando pela equipa-selecção, Portugal não foi além do 8º lugar entre dez participantes. No que às equipas-escola diz respeito, a Escola Secundária de Pinhal Novo iniciou aqui um percurso digno de registo, e logo com um resultado de vulto: o 3º lugar em H2, entre 10 equipas. No mesmo escalão etário, mas no sector feminino, as meninas da ES Pinhal Novo classificaram-se no 8º lugar, entre 12 equipas. Quanto aos escalões H1 e D1, a representação portuguesa esteve a cargo da Escola Secundária Maria Lamas (7º lugar, entre 13 equipas) e da Escola Secundária Padre Benjamim Salgado (11º lugar, entre 13 equipas), respectivamente.

Em 2006, os Campeonatos disputaram-se em Pezinok, na Eslováquia. Portugal foi um dos 16 países presentes, fazendo-se representar apenas com equipas-escola nos escalões H1 e D2. Na sua segunda participação consecutiva, a Escola Secundária Pinhal Novo repete uma presença no pódio, alcançando o segundo lugar no escalão H1 entre 13 equipas, atrás da fortíssima turma sueca da Eksjö Gymnasium. Para que conste, aqui ficam os autores da proeza: Jorge Fortunato, André Pedralva, Fábio Pereira, Tiago Romão e Mário Silva. A EB 2,3 da Sarrazola apresentou uma equipa em D2, alcançando a 6ª posição entre 13 equipas. Individualmente, merecem referência os 7ºs lugares de Mariana Moreira (Distância Longa) e de Tiago Romão (Distância Média) e o 8º lugar de Jorge Fortunato (Distância Longa).


FInalmente um título mundial

2008 foi o nosso ano de ouro. Disputados em Edimburgo (Escócia), os Mundiais viram pela primeira vez a bandeira portuguesa ser hasteada acima de todas as outras. No dia 25 de Abril, Vera Alvarez (EB 2,3 Sarrazola) fazia o “V” da vitória no lugar mais alto do pódio de D2, prova de Distância Média, enquanto Luís Silva (ES Pinhal Novo), em H2, se sagrava vice-campeão mundial na mesma distância. Uma referência ainda para os excelentes desempenhos de Joana Costa (EB 2,3 A Ribeirinha), com um 4º lugar na Distância Longa e um 7º lugar na Distância Média, no escalão D1, para Isabel Sá, da mesma escola e no mesmo escalão, com um 9º lugar na Distância Longa e um 8º lugar na Distância Média, ainda para Vera Alvarez e para a sua colega de equipa Marta Ferreira, respectivamente 5ª e 7ª classificadas na prova de Distância Longa (escalão D2) e para Luís Silva, 6º classificado na prova de Distância Longa. Também colectivamente Portugal voltou a subir ao pódio, mercê dos 3ºs lugares da EB 2,3 A Ribeirinha em D1, entre 18 equipas, e da EB 2,3 Sarrazola em D2, entre 15 equipas. No escalão H2, a Escola Secundária Pinhal Novo falhou o seu terceiro pódio consecutivo por uma unha negra, terminando na 4ª posição, entre 15 equipas. Pior estiveram os H1 da mesma escola, terminando na 10ª posição entre 18 equipas.

Em Alcalá de Henares veremos que surpresas nos estarão reservadas. As qualidades e competitividade dos nossos atletas, aliados ao excelente trabalho desenvolvido em articulação com a Federação Portuguesa de Orientação e ao conhecimento prévio da área de competição fazem-nos pensar, legitimamente, numa boa representação e em resultados condignos. Pela quarta vez consecutiva, teremos a presença da Escola Secundária de Pinhal Novo de parceria com três equipas da EB 2,3/S Cunha Rivara, que se estreia em grande nestas andanças. Depois da Marinha Grande, esta é a segunda vez que Portugal se apresenta em Mundiais de Orientação de Desporto Escolar também com equipas-selecção em todos os escalões, podendo encontrar-se aí nomes como Vera Alvarez e Luís Silva, Tiago Baltazar e Rafael Miguel, Gonçalo Cruz e Inês Domingues ou as “o-laranjitas”, Joana Costa, Isabel Sá e Mariana Moreira. A partida para Madrid está agendada para a próxima terça-feira e confiança é coisa que não falta na bagagem.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO


NOTA: Esta mensagem foi reeditada em 12 de Abril, corrigindo alguns elementos e precisando factos. O Orientovar deseja agradecer a colaboração dos Professores Jorge Baltazar e Hélder Ferreira pelas suas preciosas observações e está aberto a todas as contribuições que permitam enriquecer ainda mais o texto.
.

5 comentários:

Jorge disse...

Boa resenha histórica que serve de mote para o campeonato que se inicia na 4ªfeira. No entanto acrescento que a 1ª participação portuguesa ocorreu em Itália, tendo-se, na altura obtido a 1ª medalha (2º lugar) da orientação portuguesa por uma jovem D2 de Pataias. O Helder Ferreira deve ter mais informações sobre esta participação.
Continuem o bom trabalho de divulgação desta participação portuguesa.
Um abraço
Jorge Baltazar

Joaquim Margarido disse...

Obrigado ao Jorge Baltazar pelo seu contributo. É importante que esta história se faça o mais completa e objectivamente possível, mas não é através das consultas aos "sites" da ISF, da FPO ou da DGIDC que isso se consegue (eu que o diga, que perdi horas de trabalho para tão pouca matéria recolhida). Assim, deixo aqui o desafio a todos quantos possuem elementos que possam contribuir para o enriquecimento da história (resultados, recortes de imprensa, fotografias), o favor de as fazerem chegar. Quem sabe não lançaremos uma publicação "a sério" mais lá para a frente.

Boa Páscoa.

JOAQUIM MARGARIDO

Filipe Marques disse...

Em seguimento ao excelente trabalho de divulgação da modadlidade por parte do JM, aproveitamos também para informar que pela primeira vez a Escola Desportiva de Orientação do Minho (EDOM) do .COM estreia um aluno nos Campeoantos do Mundo de ISF. O aluno Sérgio Duarte irá integrar a equipa de selecção de H2. Fruto que advem do investimente que o .COM tem vindo a fazer na área da formação desde 2007.

Um Ori-abraço
Filipe Marques

Jorge disse...

Peço desculpa por não ter contribuido com mais dados (principalmente da deslocação à Letónia), mas da busca que efectuei só encontrei 2 ou 3 fotos, tendo perdido alguns dados informáticos que possuia numa avaria do computador.

Jorge Fortunato disse...

Excelente trabalho.
A referir também os resultados individuais em 2004 da equipa H2school da escola secundária de pinhal novo. Foi a única que colocou 3 elementos nas 10 primeiras posições na distância média com Jorge Fortunato em 3º, Tiago Romão em 8º e Fábio Pereira em 10º (salvo erro).