segunda-feira, 9 de março de 2009

TROFÉU DE ORI-BTT DE COZ: AS IMPRESSÕES DE ANA FILIPA SILVA


Foi uma verdadeira surpresa, ao vencer com brilhantismo o Troféu Ori-BTT de Coz. Chama-se Ana Filipa Silva e deixa-nos aqui as suas impressões.

“Começando pelos mapas / terreno, havia algumas incompatibilidades que, infelizmente, perturbaram bastante as provas de muitos atletas. O terreno estava bastante sujo nalgumas áreas e muitas vezes quando se esperava um bom caminho, acabava-se de bicicleta às costas. Bom para quem se consegue abstrair de alguns erros no mapa, mau para os que insistem em verificar que estão no sítio certo tentando pôr no mapa o que vêm no terreno. Mas havia áreas também bastante agradáveis e não foram percursos totalmente lineares, o que acabou por ‘limar umas arestas’.”

“A Organização esteve bem ao avisar que podia haver irregularidades nos mapas por causa da reflorestação e limpeza. Esteve igualmente bem na Arena, no serviço de bar, no espectáculo do sprint final, etc. etc.! Já nos tinham brindado com um sprint final deste género em Vila Nova da Barquinha, na época passada, e achei interessante terem-no feito este ano novamente. Depois de uma prova, andar ao sobe e desce e aos "SS" para o ‘finish’ tem que se lhe diga!! Divertimento para uns, sofrimento para os outros! Eu gostei! Foi realmente uma pena o que aconteceu com o percurso Elite Masculina, mas são coisas que acontecem...”

“A minha prova foi uma surpresa! No primeiro dia, depois de andar muito tempo sem ver ninguém e ter feito alguns erros nalguns pontos, achei que estava a ficar muito para trás! Fiquei mesmo muito espantada quando a Susana Pontes me disse que tinha ganho! Não foi uma prova perfeita, foi uma prova de acordo com as que tenho feito em Juniores... A diferença esteve no facto de ser um escalão e um percurso diferentes e com mais participantes. No domingo senti-me um pouco cansada e andei novamente de bicicleta às costas, mas mesmo assim deu para fazer uma boa prova, com uma ou duas opções que podiam ser melhores. Mas estou realmente espantada com a prestação! E agora já dizem que eu tenho de começar a fazer sempre Elite. Estou feita!”


Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: