quinta-feira, 5 de março de 2009

PELO BURACO DA FECHADURA...


Ao contrário do habitual, hoje espreitamos pelo buraco da fechadura não uma prova mas um estágio. É que, já amanhã, 37 atletas rumam a Madrid, cumprindo o programa de preparação para o grande desafio que representarão os Mundiais de Desporto Escolar ISF 2009.

Portugal prepara a sua participação no Campeonato Mundial de Orientação de Desporto Escolar ISF 2009 que decorrerá na capital espanhola, de 14 a 20 de Abril (consulte o Boletim nº 1 AQUI). Organizado pela Federação Portuguesa de Orientação, com o apoio da sua congénere espanhola, o estágio do próximo fim-de-semana terá lugar no Parque de Los Cerros, em Alcalá de Henares (35 km a Este de Madrid) e contará com a participação de 37 atletas.

Cedidos gratuitamente pela FEDO – Federação Espanhola de Orientação, os mapas de Los Cerros (dos quais poderá apreciar um excerto acima) serão palco de várias sessões de treino que terão como objectivo a tomada de contacto com terrenos vizinhos daqueles onde decorrerão os Mundiais e bem distintos daquilo a que estamos habituados por cá.

“Fundamentalmente preparar os atletas”

Para Tiago Aires, responsável pela preparação técnica e enquadramento do estágio, este é “fundamental na melhor preparação dos atletas para o ISF e bem demonstrativo de uma nova vontade desta direcção da FPO em possibilitar as melhores condições de preparação para as Selecções.” Tiago Aires revela que
“o estágio decorrerá em terreno que faz estrema com o local onde terá lugar o Campeonato do Mundo. São terrenos bem distintos do que temos em Portugal, terrenos marcados pela erosão, onde existem grandes fossos, ravinas, falésias e detalhes de relevo, o que ainda torna este estágio mais fundamental.”

Como planificador do estágio, Tiago Aires levanta uma pontinha do véu daquilo que está previsto para dois dias de treinos intensos: “Tive o cuidado de começar o estágio por uma primeira abordagem aos tipos de elementos mais distintos, em uma pequena parte de jogging com mapa. Depois os atletas terão hipótese de realizar um treino de escolhas de itinerário que é bastante importante neste terreno pois assim permite começar a definir qual a melhor estratégia para cada tipo de pernadas. Da parte da tarde terão um percurso de 5 ‘loops’ de 1000 metros em zona de grande detalhe técnico e onde todos vão realizar inclusivamente um percurso em formato de sombra para observar diferenças de navegação entre colegas. Por fim, no domingo, vamos realizar uma prova de Distância Média (repetição de uma competição FEDO, com distâncias iguais às que vão encontrar na prova de dia 18 Abril 2009). Este percurso será repetido com o objectivo de ver a diferença entre a primeira e segunda vez. Existirão também momentos de análise e de reunião entre todos para tentar potenciar ao máximo os momentos de treino.” E, a terminar, um voto: “Espero, como planificador, que este estágio seja uma forma de motivar e fundamentalmente preparar os atletas para obterem bons resultados no ISF 2009.”

“Um passo muito importante”

Integrando a comitiva, estará igualmente o Director Técnico Nacional, António Aires. Instado a comentar esta importante iniciativa, António Aires começou por afirmar: “Analisando as origens dos nossos melhores atletas jovens, torna-se óbvio que o Desporto Escolar tem tido um papel fundamental na detecção de talentos para a Orientação. Assim, é fundamental que a FPO continue a apoiar e a acompanhar todos os aspectos relacionados com o desenvolvimento dos atletas que competem no Desporto Escolar, sejam eles atletas já do quadro competitivo federado ou não.”

Para além disso, o Director Técnico Nacional faz questão de lembrar que “sendo a participação no Mundial de Desporto Escolar um momento muito importante em todo este processo de desenvolvimento - tivemos num passado recente uma campeã do mundo e um vice-campeão -, decidimos investir na preparação destes atletas, sendo este estágio, em mapas e terrenos semelhantes aos do Mundial, um passo muito importante nessa preparação. O culminar dessa preparação acontecerá depois no OriJovem de Pataias onde estes atletas irão estar também presentes. Para além do desenvolvimento técnico propriamente dito, este acompanhar dos atletas do Desporto Escolar por parte da Federação Portuguesa de Orientação permite-lhes também uma mais fácil integração no desporto federado, porque começam já a criar ligações com os seus técnicos e atletas.”

Os artistas, um por um


Refira-se, a terminar, o nome dos participantes no estágio: Inês Catalão, Teresa Maneta, Ana Anjos, Sofia Anjos, João Cascalho, João Salgado, João Pedro, Rita Rodrigues, Ana Salgado, Inês Pinto, Ana Coradinho, Ana Tomás e Paulo Falcão, da EB 2,3 Cunha Rivara (Arraiolos); Bruno Jesus, Ricardo Reis, Fábio Silva, Luís Silva, Catarina Lopes, Miguel Mouco e Paulo Pereira, da Escola Secundária de Pinhal Novo; Miguel Ferreira, da Escola Secundária de Palmela; Catarina Dias, Joana Costa, Isabel Sá, Hélder Marcolino e João Martins, da ERD “A Ribeirinha” (Vila do Conde); Fátima Alves, da Escola Secundária de Valongo; Marcelo Aguiar e Rafael Miguel, da Escola Secundária de Estarreja; Margarida Colares, Mariana Moreira, Marta Ferreira e Gonçalo Cruz, da Escola Secundária de Santa Maria (Sintra); Vera Alvarez e Nádia Silva, da EB 2,3 Sarrazola (Colares); Tiago Baltazar, da EB 2,3 NR Soromenho (Sesimbra); e Marco Martins, da Escola Secundária do Entroncamento.

A comitiva partirá na sexta-feira, do Porto e de Arraiolos, ao início da tarde, prevendo-se o regresso a Portugal no final do dia de domingo. Os atletas far-se-ão deslocar em autocarro e duas carrinhas da FPO, enquadrados por Tiago Aires, António Aires e ainda por Ricardo Chumbinho, o Coordenador Nacional para a Orientação do Desporto Escolar.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: