sexta-feira, 6 de março de 2009

DIA NACIONAL DA ORIENTAÇÃO: NO VALE DE BARRIS, PELAS MÃOS DA ESCOLA SECUNDÁRIA DE PALMELA


Nesta verdadeira ronda pelos locais onde se irão desenvolver actividades ligadas ao Dia Nacional da Orientação, visitamos hoje Palmela ao encontro da 7ª edição do OriFamília.

Dando seguimento a uma iniciativa que leva já 7 anos, tem lugar no próximo dia 14 no Vale de Barris, mais uma edição do OriFamília. Organizado pela Escola Secundária de Palmela, com o apoio da Câmara Municipal de Palmela e este ano também integrada no Dia Nacional da Orientação promovido pela FPO, esta actividade pretende juntar grupos de pessoas essencialmente da mesma família para uma manhã de alguma actividade física, convívio, contacto com a natureza e utilização de um mapa de Orientação.

Procurando saber algo mais acerca do OriFamília, o Orientovar foi ao encontro do Professor Ricardo Chumbinho, que amavelmente nos deixa aqui o retrato completo do “como”, “quando” e “porquê”. Assim: “Trata-se de uma ideia do meu colega José Paulo Pinho que, há alguns anos, entendeu por bem envolver as famílias dos alunos, que andavam um ano inteiro nas actividades de treino e competição, nessas mesmas actividades. Pensou-se que seria uma forma de alargar o conhecimento da modalidade a mais pessoas habitualmente exteriores a este meio e por esta via promover a acção da família no suporte da prática desportiva dos jovens filhos / sobrinhos / netos / primos...” Por outro lado, “tem uma marcada componente social ao promover a participação de famílias (e consequentemente diferentes gerações...) numa mesma actividade, ainda por cima desportiva e em contacto com a natureza.”

Quanto ao formato, de acordo com o Professor Ricardo Chumbinho, é o seguinte: “Procede-se à formação de equipas / grupos compostos por pessoas da mesma família, seguindo-se uma primeira e muito breve explicação sobre o que é a Orientação (fundamentos, o mapa, técnicas básica de navegação....). A partir daqui, dá-se início a um passeio em grupo, tendo cada participante um mapa.” A acompanhar o grupo, de acordo ainda com aquele responsável, “existem 2 ou 3 monitores, para além dos próprios alunos, que fazem questão de assumir este importante papel perante os seus familiares mais velhos, e que vão chamando a atenção para aspectos básicos da navegação (orientação do mapa, identificação no mapa de pormenores do terreno, identificação no terreno de símbolos do mapa, etc.)."

Após um lanche a meio da manhã no ponto de chegada do passeio, terá lugar um pequeno percurso formal não competitivo, tendo por base as equipas formadas inicialmente. Desta forma, “no final todos passaram uma manhã agradável e ficam à espera da próxima edição do OriFamília”, acrescenta Ricardo Chumbinho.

Refira-se a terminar que o OriFamília, na linha do que vem sendo habitual, terá lugar no Vale de Barris e Serra do Louro, junto à vila de Palmela. A iniciativa conta com a parceria da Câmara Municipal de Palmela integrando o OriFamilia no seu plano de actividades do Programa "Mexa-se Mais" e dando algum apoio.

Este ano existe ainda a particularidade do OriFamilia estar também integrado no DNO, o que, para o Professor Ricardo Chumbinho, “tem a importância de alargar o âmbito do evento, se não em termos de participantes, uma vez que também não se pretende um evento de massas mas sim algo familiar, pelo menos em termos de visibilidade, mediatização e sentimento que induz nos participantes de estarem envolvidos num projecto mais vasto.”

Informações e inscrições através do endereço electrónico
jpaulove@gmail.com ou para o 963 905 593.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: