quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

PROJECTO DE DESENVOLVIMENTO TÉCNICO PARA A ORIENTAÇÃO PEDESTRE


Está aí o Projecto de Desenvolvimento Técnico para a Orientação Pedestre. Elaborado em conjunto pelo Director Técnico Nacional, António Aires, e pelo novo Treinador para as Selecções de Orientação Pedestre, Bruno Nazário, o documento vem substituir o Regulamento 2008-2009 da Comissão Técnica para as Selecções.

Foi tornado ontem publico, através do envio aos clubes e no site da Federação Portuguesa de Orientação, o Projecto de Desenvolvimento Técnico para a Orientação Pedestre. Com a suspensão, no passado dia 27 de Janeiro, da Comissão Técnica para as Selecções e anulado que fora o Regulamento 2008-2009 da referida Comissão, António Aires e Bruno Nazário não perderam tempo e trazem a lume o novo documento [veja AQUI].

Numa leitura atenta , percebe-se que a tónica é colocada na “necessidade de um crescimento sustentado das condições de treino proporcionadas aos atletas”, tendo como objectivo o desenvolvimento do seu nível técnico bem como, a médio prazo, a melhoria dos resultados nas várias competições internacionais. De acordo com o Documento, tal desiderato assenta, sobretudo, numa melhor preparação dos técnicos dos clubes.

O plano estratégico e de funcionamento aponta para a melhoria das competições (mapas de qualidade e percursos traçados com alta exigência técnica), existência de treinadores de qualidade e organização de estágios que permitam a evolução técnica dos atletas e a preparação específica para as competições internacionais. Neste particular aspecto, é relevante a criação do Grupo da Selecção Nacional, cujos critérios de escolha são definidos no documento e com uma primeira lista de atletas a enquadrarem o Grupo a ser divulgada até dia 6 de Março.

Ainda no que respeita às Selecções, há também essa grande novidade da criação de provas exclusivamente dedicadas à observação e selecção dos atletas para as competições internacionais. Pretende-se, desta forma, garantir justiça e rigor na competição pelo acesso aos lugares nas Selecções Nacionais, ao mesmo tempo que se procura recriar o tipo de ambiente que os atletas encontrarão nas competições internacionais. O documento encerra com a calendarização de estágios OriJovem, Provas de Selecção e Representação Internacional.

Para António Aires, o Director Técnico Nacional, “o facto deste projecto estar a ser implementado já a meio da época tem algumas condicionantes, o que leva a que seja para já apenas um projecto de aplicação a curto prazo, sendo a época 2008/2009, de certa forma, uma ‘época piloto’ da qual se pretende retirar conclusões que permitam depois a elaboração de um projecto de maior amplitude temporal.” Ressalvando o facto de que “este projecto para 2009 não está ainda completo", António Aires acrescenta que lhe faltam "alguns elementos que serão divulgados o mais brevemente possível, nomeadamente o Calendário de Estágios para o Grupo de Selecção Nacional, o sistema de participação e formação dos treinadores e técnicos dos clubes nos Estágios, o número de atletas para cada comitiva aos campeonatos internacionais e os respectivos critérios de selecção dos atletas.”


Aconselhando a leitura atenta deste Projecto por parte tanto de atletas como de técnicos e dirigentes, a Direcção Técnica Nacional agradece que se coloquem dúvidas, comentários, sugestões para o e-mail dtn@fpo.pt. “É muito importante a participação de todos na elaboração deste projecto de futuro”, conclui António Aires.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: