quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

DUAS OU TRÊS COISAS QUE EU SEI DELA...


1. A Federação Portuguesa de Atletismo dá o exemplo. "A minha Escola gosta de Atletismo" é um concurso lançado pela FPA, em cooperação com o Desporto Escolar, a Associação Distrital de Atletismo de Leiria e a Câmara Municipal de Pombal, que decorrerá na Final do Campeonato Nacional de Clubes em Pista Coberta, nos dias 14 e 15 de Fevereiro de 2009, na ExpoCentro de Pombal. O Concurso consiste em contabilizar qual a Escola que tem mais Professores, Alunos e familiares de alunos a assistir à Competição. Na competição, estará um stand onde os espectadores serão convidados a registar-se, sendo atribuídos pontos da seguinte forma: Professor – 5 pontos; Aluno – 2 pontos; Familiar de Aluno – 1 ponto. A Escola que somar mais pontos no conjunto das duas jornadas, receberá um Kit de iniciação ao atletismo, que será entregue nas instalações da própria escola por um ou mais atletas da Selecção Nacional. Ora aqui está uma bela forma de poder chamar mais espectadores às provas!

2. O dia 14 de Março - Dia Nacional da Orientação - aproxima-se a passos largos e o Clube de Orientação do Minho demonstra, em absoluto, estar com a iniciativa. Isso mesmo está patente no último comunicado do clube, onde se pode ler: “O Clube de Orientação do Minho, associando-se à ideia lançada pelo Blog Orientovar em associação com a FPO, decidiu alterar a data da 4ª etapa do II Torneio ComMapa, de 7 de Fevereiro para 14 de Março, Dia Nacional de Orientação. A prova será Urbana, procurando assim sensibilizar um grande número de pessoas para este fabuloso desporto.” Esperam-se muitos mais passos como este!

3. Não podia ter sido mais elogiosa. Eva Juřeníková esteve em Portugal e gostou muito da experiência norte-alentejana. Número 20 do ‘ranking’ mundial, a atleta checa refere na sua excelente página [http://www.evajurenikova.com/index.html], entre outros aspectos significativos, o seguinte: “Tanto eu como Michal Smola fomos considerados as grandes estrelas e tivemos que dar uma série de entrevistas. Fiquei particularmente impressionada com a entrega de prémios, a qual teve lugar num teatro local, com a maioria dos participantes a assistir à cerimónia até ao fim. Na Suécia, praticamente não existem este tipo de cerimónias. Normalmente, após as provas, estão todos interessados em regressar a casa o mais rapidamente possível.” Para o sucesso desta estadia muito contribuiu a excelente preparação dos campos de treinos, da responsabilidade de Bruno Nazário. É dele o mérito dum trabalho que prestigia a Orientação nacional e o nosso País, tornando-o atractivo aos olhos dos melhores orientistas do mundo inteiro, sobretudo nesta altura do ano. Para o Bruno vai, com vossa licença, o Louvor da Semana!

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: