segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

NORTE ALENTEJANO O'MEETING 2009: O QUE ELES DISSERAM...


Mentiria se dissesse que não estava à espera de vencer este NAOM. É verdade que era o favorito e, apesar de alguns problemas que senti na prova de Sprint, de ter perdido algum tempo também na prova de Distância Longa e das coisas não terem sido fáceis, consegui vencer e estou muito contente com este resultado. Gostei muito do terreno. É completamente diferente daquilo que temos na República Checa e foi uma boa experiência fazer Orientação nestes mapas.

Para além do terreno, gostaria de destacar a qualidade da organização e a simpatia das pessoas. O pior foi mesmo o tempo. Irei regressar a Portugal no próximo mês de Fevereiro para o Portugal O’Meeting e espero, depois disso, poder cá voltar muitas mais vezes. Este é um País muito bonito e que recomendaria a todos os praticantes de Orientação de qualquer parte do mundo.

Michal Smola
IFK Moras OK



Esta será a quinta ou sexta vez que estou em Portugal mas é a primeira vez que visito esta região. Fico com uma impressão muito positiva dos mapas e dos terrenos. Em particular a prova de Distância Média foi muito técnica e estou satisfeita com os meus desempenhos. Tudo correu na perfeição, não há nada a apontar, a não ser realmente o tempo.

Gosto muito de Portugal. No ano passado estive em Mira e fiquei particularmente agradada com a organização dos campos de treino. Voltei a contactar o Bruno [Nazário] e este ano optei por outro tipo de terrenos. Foi uma excelente opção e esta é uma boa maneira preparar a nova época e de rentabilizar um tempo onde, na Suécia, o país onde agora vivo, praticamente não se pode fazer Orientação.

Eva Jureniková
Domnarvets GoIF



Poder competir com um Vice-Campeão do Mundo e uma referência da Orientação a nível mundial, um dos atletas com mais margem de progressão e que mais treina, que é o Michal Smola, foi um privilégio. Poder ter ficado tão perto dele e, inclusivamente, ter-lhe ganho no Sprint, era algo que nem em sonhos estava perto de poder imaginar. A verdade é que isto só é possível porque ele está em início de época, porque nós já temos mais alguma rodagem e porque este é um terreno onde consigo fazer provas perfeitas e eles, se calhar, não o conseguem. Acho que é só por isso.

O NAOM é, cada vez mais, uma prova reconhecida a nível nacional e mesmo internacional. Sem contar para o ‘ranking’ mundial, conseguir trazer um bom número de estrangeiros é uma prova do reconhecido valor do evento. E estamos ainda a falar duma região com um potencial enorme em termos de terreno, o que faz com que saiamos daqui muito contentes. Espero não ser mal interpretado, mas quase poderíamos dizer que o mapa podia estar mal feito mas o terreno é tão fantástico que toda a gente saía daqui contente na mesma. O GD4Caminhos está de parabéns e os votos são de que continuem com este dinamismo a proporcionar-nos momentos como este, com o valor acrescido de ser no Norte Alentejano, no Alentejo, no interior, que isso é que é importante, tanto para a modalidade como para a própria região.

Tiago Aires
GafanhOri



Este NAOM’09 foi uma boa experiência e ainda bem. É perto do local onde vivo e, assim, vou ter a oportunidade de voltar cá várias vezes. Gostei muito de qualquer uma das três provas, diverti-me muito e isso é sinal de que tive imenso prazer em fazê-las.

Todos os momentos foram bons mas há dois que conservo com a mais grata recordação. O primeiro, na prova de Sprint, quando entrámos no Jardim do Álamo com tudo às escuras. Um espectaculo! Seguir palmo-a-palmo, onde é que estou (?)… Foi muito divertido. E depois o segundo, na prova de Distância Longa, quando passei mesmo ao lado de muitos cavalos, estavam todos a olhar para mim… Foi lindo!

Raquel Costa
GafanhOri



Foi uma prova que o GD4 Caminhos e o Fernando Costa, como seu principal mentor, conseguiram levar a bom termo. As excelentes qualidades do terreno, aliadas à capacidade de organização deste grupo de trabalho levaram ao apuro de todos os pormenores. Com tanta gente, com tantos meios envolvidos e com o forte apoio do município, foi possível assistirmos aqui a um bom evento.

O Supervisor vai vendo como é, vai dando um conselho ou outro… Houve algum atraso no lançamento da prova e acabei por dar não tantos conselhos como gostaria. Mas isso não irá acontecer na próxima edição do Norte Alentejano O’Meeting, onde serei novamente o Supervisor. Temos mais tempo para preparar a prova, para trabalhar com outra profundidade e deixar tudo bem clarinho para que o NAOM’10 decorra sem sobressaltos.

Joaquim Patrício
CN Alvito, Supervisor FPO



A partir deste momento, Alter do Chão fica dotado dum instrumento fundamental para o futuro, que são os quatro mapas de Orientação com que ficámos e que em boa hora o Grupo Desportivo 4 Caminhos nos facultou. Para eles vai o meu agradecimento pelo enorme trabalho que tiveram, pela forma como souberam ultrapassar as dificuldades colocadas pelas condições atmosféricas adversas. Alter do Chão fica mais rico e com uma ferramenta para o futuro. Vamos daqui para a frente divulgar e potenciar esta ferramenta que temos no nosso Concelho e procurar atrair cá mais gente. Vamos tentar que as equipas de Orientação venham aqui trabalhar, venham aqui fazer os estágios. Temos condições para isso.

Conseguimos ter aqui toda esta gente neste fim-de-semana. Penso que gostaram de cá estar, vão satisfeitos e irão concerteza voltar. É esse o repto que deixo a todos os participantes no sentido de voltarem a visitar-nos. Fico com a impressão de que nenhum deles teve tempo suficiente de desfrutar devidamente de Alter do Chão mas ficaram com curiosidade e vão regressar. Com mais calma vão voltar a fazer os mesmos percursos, com melhor tempo, com melhores condições atmosféricas. Tenho a certeza que vão voltar a Alter do Chão.

Dr. Joviano Martins Vitorino
Presidente CM Alter do Chão



Tentamos em cada evento melhorar e inovar, o que nem sempre é fácil. Com condições meteorológicas tão adversas foi possível verificar as capacidades de uma equipa organizativa e testá-las quase até ao limite. Teve de haver uma entreajuda muito maior, um espírito de sacrifício e de abnegação redobrados, mas penso que conseguimos as condições mínimas de qualidade – em termos de mapas, de percursos, de terrenos, de logística, de inovações – e transformámos este NAOM’09 num bom evento.

O apoio da Câmara Municipal de Alter do Chão constituiu para nós uma grata surpresa, pela sua entrega, o seu voluntarismo, e um empenho inexcedíveis. Estamos muito agradecidos pela colaboração prestada por este município e, com toda a certeza, iremos cá voltar. Queremos que se realizem aqui campos de treino, não apenas do nosso clube mas de outros clubes. Vamos procurar que os clubes da região possam vir aqui treinar e melhorar as suas qualidades técnicas. Não tem cabimento fazer um trabalho destes e depois ele ficar parado, sem ser aproveitado.

O que fica de mais importante e de significativo para nós é ter conseguido organizar este evento aqui. Era um sonho de longa data, não tinha sido conseguido numa anterior candidatura, foi possível agora. É esta a nossa maior satisfação e vamos daqui com a consciência tranquila, na certeza de que fizemos o melhor que estava ao nosso alcance para que todos levassem daqui uma recordação que nunca mais esqueçam.

Fernando Costa
GD4C, Director da Prova



Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

Sem comentários: