domingo, 21 de Dezembro de 2008

10º ORIJOVEM JÁ ESTÁ EM MARCHA


Mariana Moreira, Joana Costa e Vera Alvarez. São estas as três totalistas das dez edições do OriJovem realizadas até hoje. A elas coube a primazia de envergarem a “t-shirt” oficial do estágio. O 10º OriJovem já está em marcha e promete!

O dia já vai longo e, aos poucos, o silêncio regressa ao Pavilhão da EB 2,3 António Dias Simões, em Ovar. Cento e cinquenta participantes no 10º OriJovem procuram retemperar forças para aquilo que os espera nos próximos três dias: Muita e boa Orientação.

Apresentado em detalhe, o estágio nacional de Orientação começou com o forte aplauso às três atletas que, até ao momento, marcaram presença em todas as edições do certame. Mariana Moreira, Joana Costa e Vera Alvarez são hoje grandes certezas da Orientação nacional. “Em parte devido ao OriJovem”, interroga-se Tiago Aires, o planificador do estágio. Ele próprio responde: “Em certa medida, penso que sim!” Seguiu-se a leitura da mensagem do Presidente da FPO por um dos jovens participantes e passou-se à abordagem daquilo que se vai passar no longo dia de amanhã.

“Os castigos são treinar mais”

“Magentas”, “Azuis”, “Verdes” e “Laranjinhas” ficaram a saber o nome dos responsáveis por cada grupo e tomaram contacto com o “programa das festas”. Com entusiasmo, Tiago Aires falou dos treinos com o mesmo empenho com que abordou as regras. E deixou um sério aviso aos prevaricadores: “Os castigos são treinar mais.”


Susana Dias (COC) espera “aprender muito. Este é o meu primeiro OriJovem e também o primeiro contacto com este tipo de treinos. Fico com grandes expectativas quanto ao treino de memória. Nunca fiz nada do género”. Já Jorge Coelho (GafanhOri) não tem dúvidas que “este vai ser um grande OriJovem. Temos bons mapas, bons percursos e isso são factores importantes para que tenhamos uma boa aprendizagem. As minhas expectativas centram-se no treino de escalas, já que nunca fiz nada do género e penso que vai ser bom para provas futuras.” Também Inês Domingues (COC) confessa naturais expectativas: “Nunca vim a um estágio destes e acho que vai ser divertido. Há muitos tipos de treino diferentes que nunca experimentei e tudo vai valer a pena para aprender mais.”

“Tentar agarrá-los”

Para Isabel Sá (GD4 Caminhos), “o dia de amanhã vai ser aliciante. Gostei mesmo muito da apresentação e sobretudo do facto de definirmos objectivos antes dum treino. Nunca fizemos isso e julgo que é muito importante. Por vezes partimos sem saber o que pretendemos e uma boa preparação das aulas teóricas é fundamental. Este OriJovem tem todos os ingredientes para ser um grande OriJovem.”

Finalmente, Raquel Costa assume as “despesas” do lado da Organização: “As expectativas são elevadas. O estágio está muito bem preparado, com percursos muito interessantes para os quatro níveis. É impressionante ver tantos jovens, muitos mais do que o costume, e isso é fortemente motivador. Uma grande parte deles vem do Desporto Escolar, acabam de se filiar na Federação Portuguesa de Orientação e o nosso objectivo passa, claramente, por criar neles o gosto pela modalidade e tentar agarrá-los.”

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: