quarta-feira, 5 de novembro de 2008

DUAS OU TRÊS COISAS QUE EU SEI DELA...


1. “Istambul é mais conhecida pelo seu Grand Bazaar do que pela Orientação – mas juntem-se as duas coisas e teremos a combinação perfeita”. Quem o afirma é Jan Kocbach, um nome incontornável da Orientação a nível mundial. Não tanto pelas suas façanhas atléticas – se bem que ser o número 261 do mundo e estar no top 30 dum país recheado de colossos, como é o caso da Noruega, não é nada de somenos (!) – mas sobretudo pela forma como se dedica a coligir informação, trabalhá-la e publicá-la nessa autêntica “bíblia” que é o World of O [http://worldofo.com/]. Pois bem, Jan decidiu rumar a Istambul há uma semana atrás, participando nos “5 Dias de Istambul”. Alcançou um notável 6º lugar no escalão de Elite e, como seria de esperar, deixa-nos as suas impressões em mais um excelente artigo repleto de curiosidades, complementado por mapas e fotos de invulgar qualidade. Tudo para conferir em http://news.worldofo.com/2008/11/03/grand-bazar-orienteering-experience-in-istanbul/ .

2. Minna Kauppi tirou férias e rumou à Tailândia. Em si, o facto não tem nada de especial. Mas se nos lembrarmos que a finlandesa é a líder do “ranking” mundial de Orientação Pedestre, então a coisa muda ligeiramente de figura. Minna explica que ainda não é chegada a altura de ir já a correr para a Hungria preparar os próximos Campeonatos do Mundo. Também tem muito tempo para ficar em casa, “quando tiver 10 filhos, 1 vaca e uma hipoteca no valor de 1 milhão de euros”. E como a sua fasceíte plantar a continua a incomodar, descobriu que conduzir um elefante ou brincar ao Tarzan (ou à Jane) seria uma excelente alternativa ao habitual treino. Como ela própria afirma, “Só se vive uma vez!” A história pode ser lida em
http://www.minnakauppi.com/eindex.php .

3. Chama-se Gafanhori – Clube de Orientação da Gafanhoeira e tudo o que faz é sentido e vivido por todos de forma intensa e apaixonada. Prova disso é o facto de percebermos claramente o enorme esforço em agradar, o bom gosto com que tratam os pequenos pormenores, a atenção e minúcia posta no detalhe e o prazer que retiram daquilo que fazem. A última demonstração desta qualidade e capacidade está aí à vista e à apreciação de todos e tem a ver com o renovado “site” [http://www.gafanhori.pt/]. Mais completo e funcional, mais dinâmico e apelativo, o “cartão de visita” do Gafanhori pauta-se claramente na linha orientadora do próprio clube e que se poderia resumir numa frase: “Tudo o que fazemos, fazemos bem!” Parabéns ao Gafanhori e, se me permitem, um abraço muito especial ao Hugo Borda d’Água, grande mentor e obreiro do novo visual do clube. Para ele, com vossa licença, vai o Louvor da Semana.

4. Ah, já me ia esquecendo… Esta semana permito-me ultrapassar a “quota” a mim mesmo imposta para esta rubrica e dizer-vos mais uma coisa que eu sei dela. É que já se encontra no Oásis o Calendário de provas para a época 2009 / 2010. E sabem que mais? Após um longo interregno, o mapa do Furadouro volta a receber uma prova oficial, a contar para a Taça FPO Norte. Será nos dias 7 e 8 de Novembro de 2009, irá chamar-se Grande Prémio Ori Ovar e será organizado pelo Clube AFIS/ Ovar. E mais não digo!

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

1 comentário:

Ana disse...

Não vale fazer inveja às pessoas que não estiveram em Istambul...