quinta-feira, 23 de outubro de 2008

PELO BURACO DA FECHADURA...


A comunidade orientista assenta arraiais em Espanha onde, no próximo fim-de-semana, terá lugar o II Trofeo Junta de Comunidades de Castilla – La Mancha “Toledo Imperial”. Antecipando um evento que, para além da vertente desportiva, encerra em si um enorme interesse cultural, fomos ao seu encontro e fazemos agora o convite a que espreitem “pelo buraco da fechadura…”

Toledo
[do latim: Toletum] localiza-se na região central de Espanha, 70 km ao sul de Madrid. Capital da Província com o mesmo nome e da Comunidade Autónoma de Castilla - La Mancha, foi declarada Património Mundial da Humanidade pela UNESCO em 1986 devido ao seu extenso património monumental e cultural. Nomes importantes das artes e da cultura nasceram ou viveram aqui, incluindo Garcilaso de la Vega, Alfonso X e El Greco. Toledo foi também um local de importantes acontecimentos históricos, nomeadamente os Concílios de Toledo, o último dos quais, entre 1582 e 1583, conduzido nos seus detalhes por Filipe II de Espanha. Actualmente, a cidade tem uma população de 78.618 habitantes e uma área de 232,1 km².

Descrita por Cervantes como a “glória de Espanha”, Toledo possui a sua parte antiga situada no topo duma colina, “abraçada” em três lados por um meandro do Rio Tejo. Dos muitos locais históricos que abriga, destacam-se o Alcázar, a Catedral (a igreja primaz da Espanha) e o Zocodover, o mercado central. Famosa pela sua tolerância religiosa, Toledo integrou grandes comunidades de judeus e muçulmanos, que deixaram como legado importantes monumentos religiosos, nomeadamente a Sinagoga de Santa Maria la Blanca, a Sinagoga de El Transito e a Mesquita de Cristo de La Luz.

Provas para todos os gostos

É à sombra deste notável património carregado de história que terá lugar o II Trofeo Junta de Comunidades de Castilla – La Mancha “Toledo Imperial”. A organização encontra-se a cargo do Club Toledo – Orientacíon e da FECAMA-DO – Associação de Clubes de Orientação de Castilla – La Mancha, contando ainda com o apoio do CSD – Conselho Superior dos Desportos de Espanha e da FEDO – Federação Espanhola de Orientação. Refira-se que esta é a 9ª prova do Calendário da Liga Nacional de Espanha de Orientação Pedestre 2008, conjunto de 11 provas que teve início com o III Trofeo Rutas del Quijote (Puertollano - Ciudad Real, 16 e 17 de Fevereiro) e que irá terminar nos dias 6 e 7 de Dezembro, precisamente em Idanha-a-Nova, no XVI Campeonato Ibérico.

Entre os vários detalhes relativos ao evento, a Organização tem já disponível o Boletim 1 [aqui] com algumas informações importantes, sobretudo no que diz respeito a localizações e outros pormenores relativos a cada uma das provas. O aviso da mudança para a hora de Inverno é igualmente uma preocupação, bem como os cuidados a ter no caso de serem encontrados explosivos ou objectos de uso militar, já que parte do mapa da prova de sábado se encontra numa zona de manobras militares. Do Programa fazem parte uma Prova de Distância Longa (sábado, a partir das 10h00), uma Prova de Distância Média (domingo, a partir das 9h00) e uma Prova de Sprint (sábado, a partir das 17h00). Apenas as duas primeiras provas são pontuáveis, quer para a Liga Espanhola quer para a Taça de Portugal de Orientação Pedestre.




Cerca de 30% dos participantes são portugueses

Distribuídos por 32 escalões de competição e três escalões abertos, o número total de inscritos é de 877, dos quais 254 portugueses de 27 clubes. Dos clubes nacionais, destacam-se o CPOC (35 atletas), COC e GD4C (29 atletas cada), Ori-Estarreja (26 atletas), Gafanhori (22 atletas), ADFA (15 atletas) e .COM (14 atletas) como os mais representativos. Três atletas portugueses participam a título individual.

A Elite Masculina conta com um total de 42 inscritos e voltará a pôr frente a frente Tiago Aires (Gafanhori), Diogo Miguel (Ori-Estarreja), Celso Moiteiro, Tiago Romão e Gildo Silva (todos do COC), os cinco primeiros classificados da prova de abertura da Taça de Portugal. Numa lista onde Pedro Nogueira (ADFA), André Ramos (COC) e Ionut Zinca (GD4C) são ausências notadas, têm ainda uma palavra a dizer Miguel Reis e Silva (CPOC), Paulo Franco (COC), Jorge Fortunato (Ori-Estarreja), Albino Magalhães (GD4C), Alexandre Alvarez (CPOC) e Joaquim Sousa (COC), sobretudo este último graças à sua enorme experiência internacional.

Melhores espanhóis ficam de fora

Fora da luta pelo Troféu estarão os três primeiros classificados do “ranking” espanhol (Roger Casal Fernández, Lluís Ferrer Ferrer e Biel Ràfols Perramon), mas nomes como os de Emili Sellés Segui (UPV-O), Ismael Jiménez Jiménez (Imperdible Buff), José Francisco Navarro Garcia (Totana-O), Urtzi Iglesias Mota (Cobi), Raúl Ferra Múrcia (Lorca-O) ou Fernando Soriano Rubio (COUH) dão garantias duma acesa luta entre espanhóis e portugueses.

Quanto à Elite Feminina, são 24 as atletas inscritas. Exceptuando Lídia Magalhães (ADFA) e Maria Amador (ATV), todas as 11 primeiras classificadas do “ranking” nacional medirão entre si forças em Toledo. O favoritismo recai sobre Raquel Costa (Gafanhori), mas será verdadeiramente interessante ver até que ponto as jovens atletas do COC, Patrícia Casalinho, Andreia Silva e Catarina Ruivo – sobretudo estas duas últimas – se irão comportar. Do lado espanhol, as duas primeiras do “ranking” (Esther Gil Brotons e Annabel Fernández Valledor) estarão igualmente ausentes do Troféu, recaindo sobre Alicia Gil Sanchez (Colivenc), Carla Guillen Escriba (Grions – Girona), Galyna Petrenko (Monte El Pardo), Ona Ràfols Perramon (COC) ou Esther Arias Enero (Peña Guara) a responsabilidade de não deixar os créditos espanhóis por mãos alheias.


[Para mais informações, aceda ao “site” oficial da prova através do ‘banner’ acima]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO
.

Sem comentários: