sábado, 25 de outubro de 2008

ORIENTACAO.NET - O PORTAL DO ORIENTADOR


Verdadeiro pólo aglutinador da matéria noticiosa sobre Orientação, o Orientacao.Net tem sabido, ao longo dos mais de seis anos de vida, afirmar-se junto da comunidade orientista de toda a América Latina. Contando actualmente com 2623 utilizadores registados, ele é uma referência para todos quantos vivem e sentem a modalidade do lado de lado Atlântico. Quisemos saber um pouco mais da sua história, da dinâmica actual, dos projectos para o futuro e fomos ao encontro de Bruno Rizzatti, um dos seus administradores. Uma Entrevista para acompanhar, aqui, no seu Orientovar.

Muito mais do que um mero divulgador de eventos, o Portal Orientacao.Net tem-se revelado como uma ferramenta de consulta fundamental para todos os amantes da Orientação. Proporcionando a interacção entre os visitantes, duma forma rica e variada, o Orientacao.Net tem sabido ir ao encontro dos gostos e das dúvidas de todos e de cada um. Artigos científicos e levantamento de mapas são um valor acrescido no todo que constitui este ambicioso projecto. Mas há também passatempos, “links” para os principais “sites” brasileiros, uma “Loja do Orientista” e muito, muito mais.

Como é que surgiu a ideia de lançar o Orientacao.Net?

Em 2002, quando a Confederação Brasileira de Orientação (CBO) tinha apenas três anos, a divulgação de convites, resultados e outros assuntos relacionados com o nosso desporto era feita apenas através de ‘mailling’ e de ‘sites’ de clubes ou federações estaduais. Não havia nesse momento um ‘site’ do desporto Orientação no Brasil. Para colmatar essa falha, no dia 20 de Julho de 2002 surgiu o Portal Orientacao.Net.

Com que tipo de apoios conta para gerir e manter o projecto?

Inicialmente, a CBO foi fundamental para o projecto. O Otávio [N.R., José Otávio Franco Dornelles, Presidente da CBO] foi muito importante na ajuda à divulgação do Portal no seu começo. Quando o Portal foi lançado, eu tinha apenas 15 anos e a experiência dele foi bastante importante para o projecto. Sempre tivemos apoios de alguns amigos colaboradores como Sérgio Brito, Xavier, Torrezam, entre outros que posso ter esquecido. Hoje, destaco principalmente o apoio do meu amigo Roland [Teodorowitsch] que tem feito um óptimo trabalho nas matérias. Em relação ao apoio financeiro, desde 2003 o Portal vem sendo patrocinado por empresas de comércio de material desportivo, o que ajuda bastante para viabilizar os custos. Nesta área, permita-me que destaque o apoio da orientista.com.br.

Qual a aceitação que o Portal tem tido ao longo dos anos?

Se actualizarmos o portal diariamente, constatamos que os nossos visitantes retornam todos os dias. Às vezes, ficamos alguns dias sem novidades o que diminui a frequência dos acessos. Ou seja, a aceitação varia de acordo com a nossa oferta. Confesso que não estamos atravessando um bom momento. A nossa audiência já foi maior. O ‘print screen’ de 3 de Setembro de 2007 [no cimo] permite comprovar isso mesmo!


Possui elementos que permitam perceber a sua abrangência?

O portal tem recebido visitas e a participação de orientistas de vários países. Consultando estatísticas do “google analytics”, constatam-se muitas visitas oriundas de Portugal e de outros países. Na foto acima estou com um grande colaborador e visitante assíduo do Portal, o belga Michael Hock.

Com base no que acaba de referir, como avalia a importância do Portal na promoção e desenvolvimento da modalidade?

O Portal pertence ao desporto Orientação. Apesar de ser administrado por mim e pelo Roland, ele é uma ferramenta de todos nós. Já ouvi visitantes comentarem que ao ler matérias e discussões no fórum sentem grande vontade em antecipar o próximo evento.

Qual o melhor e o pior momento vividos até hoje?

O pior momento do Portal foi durante os anos de 2005 e 2006 quando eu, por motivos pessoais e profissionais, abandonei o mesmo. O melhor ano, em termos de actualização e de visitas, foi em 2007, quando tive oportunidade de me dedicar um pouco mais.

Qual o actual "estado de saúde" da Orientação brasileira e, dum modo mais lato, da Orientação sul-americana?

Aqui verificamos que a Orientação se encontra numa fase de crescimento muito grande. O número de participantes tem aumentado bastante e o nível dos atletas, mapas e organização está cada vez mais aperfeiçoado.

Que ambições para o futuro do Orientação.Net?

Confesso que manter actualizado o Portal é a grande ambição, sobretudo tendo em vista que todos temos outras actividades. O meu grau de dedicação é limitado, devido à Faculdade de Administração que curso na Universidade Federal de Santa Maria e também à “Orientista”, uma empresa que administro. Como disse anteriormente, o portal pertence aos orientistas. Dessa forma, deixo aqui um apelo à participação de todos no fórum, não deixando de nos enviar os convites ou resultados dos seus eventos e de nos enviar matérias e sugestões.


[Confira você mesmo o Orientacao.Net, clicando no ‘banner’ acima]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: