sexta-feira, 31 de outubro de 2008

ISTAMBUL 5 DAYS: COTAÇÃO PORTUGUESA EM ALTA


Às portas da Asia, os “5 Dias de Istambul” dobraram já a metade. Enquanto decorre a 4ª etapa no Grande Bazar, aproveitamos para espreitar o que têm feito Jorge Simões e Manuel Dias.

Na manhã de quarta-feira, uma esplendorosa floresta de Belgrad recebeu a prova de Distância Longa, primeira etapa dos “5 Dias de Istambul”. Num terreno de difícil progressão, com muitos detalhes de relevo, vegetação caída e pequenos trilhos, Manuel Dias foi, dos nossos representantes, aquele que esteve melhor. No seu escalão (M55), Bernhar Schilling (Suiça) foi o mais rápido com 53.13, logo seguido dos “incontornáveis” Vesa Turku (Finlândia) e Stefan Maj (Eslováquia). Manuel Dias gastou mais 6.42 e alcançou a 4ª posição. No escalão M21A, entre 37 concorrentes, Jorge Simões foi o 21º classificado com o tempo de 2.16.13. A vitória sorriu ao húngaro Arpad Harkanyi, em 1.21.31.

No dia de ontem, os concorrentes regressaram à floresta de Belgrad para a prova de Distância Clássica. Já mais adaptado ao terreno, Jorge Simões teve um desempenho altamente meritório, concluindo no 11º lugar com 1.13.19. Martin Veitsberger (Áustria) foi, desta feita, o vencedor com um tempo de 51.16. Já Manuel Dias teve uma prova menos conseguida que na véspera, alcançando ainda assim o 7º lugar com 39.18. Vesa Turku, com o tempo de 28.53, impôs-se claramente à concorrência.

Gustav Bergman e Iliana Shandurkova dominam elite

Quanto aos restantes escalões, o destaque vai para o sueco Gustav Bergman e para a búlgara Iliana Shandurkova, que bisaram as vitórias nos respectivos escalões de elite. Masha Semak, a ucraniana que esta época representará em Portugal o GD4Caminhos, arrebatou um excelente 2º lugar na primeira etapa, ao passo que na etapa de ontem se quedou pela 4ª posição. Christine Schaffner (Suiça), a número 2 mundial na disciplina de Ori-BTT foi 5ª na etapa inicial, melhorando na segunda etapa, onde foi terceira.

Irina Makeychik (Rússia) venceu as duas etapas até agora disputadas no escalão W21A, o mesmo acontecendo com Ilze Skangale (Letónia) em W35, Mara Bolsteina (Letónia) em W65, Eila Pekkarinen (Finlândia ) em W+70, Özgür Fettah (Turquia) em M20, Beat Schaffner (Suiça) – outra referência da Ori-BTT mundial - em M35, Sergey Mekeychik (Rússia) em M40, Sergey Kokorin (Rússia) em M45 e Palle Bay (Dinamarca) em M+70.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: