segunda-feira, 13 de outubro de 2008

EYOC'08 SOLOTHURN: DECLARAÇÕES FINAIS


De regresso a Portugal - onde chegaram ao final do dia de ontem -, os nossos jovens atletas fazem o balanço da prova de Sprint e, nalguns casos, perspectivam já outros e mais altos voos.

“Ao contrário dos restantes anos, a prova de Sprint seria a última a ser realizada. Após dois dias de prova e floresta, encontrava-me um pouco cansada mas esperava um bom resultado. Tentei entrar na prova concentrada, escolhendo as melhores opções. No geral, fiquei bastante contente, já que não cometi erros relevantes, perdendo apenas uns segundos na abordagem ao ponto.”
Joana Costa
.
“Nesta prova de Sprint, na qual eu tinha como objectivo fazer um bom resultado, entrei com total confiança. A prova ia a correr-me perfeitamente bem, até que, no ponto 9, devido a má leitura da sinalética, perdi cerca de 30 segundos. O que me levou a descer qualquer coisa como 20 posições. Num breve resumo, o EYOC’08 foi espectacular e uma verdadeira lição de como é competir a alto nível. Espero que para o ano consiga o apuramento e um bom resultado no EYOC’09, a realizar na Sérvia.”
João Mega Figueiredo
.
.
“Fiz todas as melhores opções possíveis, mas para tal tive que abrandar em alguns momentos o que me fez perder alguns segundos. Fisicamente também quebrei um bocado a meio da prova onde havia menos espectadores. Fiquei contente com o meu resultado, pois foi a minha primeira experiência.”
Manuel Horta

“O meu objectivo para a prova de hoje era não cometer erros técnicos pois tinha noção de que me encontrava desgastada fisicamente. Parti concentrada, penso que fiz boas opções e acima de tudo não hesitei. Contudo, quando passei no ponto de espectadores e na zona balizada, já me sentia muito cansada. No ponto seguinte, devido a uma má interpretação da localização do ponto (se estava antes ou depois do muro intransponível), fiz uma má opção que me fez perder algum tempo. O resto da prova foi feito sem erros, mas com um cansaço crescente.”
Isabel Sá
.
.
“A prova de Sprint correu-me mal, física e tecnicamente. Entrei rápido e bem no mapa, mas cometi erro nas três pernadas mais longas. Fisicamente não estava tão bem preparado como esperava. No geral, regresso muito desapontado, pois sei que além de ter podido ficar nos 12 primeiros em ambas as provas (Longa e Sprint), tinha capacidades para mais ainda. Espero que no futuro tenha apoios para que possa chegar mais além, pois penso que posso exigir ainda mais de mim. Espero ainda ser apurado para o EYOC’09 e para o JWOC’09 pois no meu objectivo está o alcançar um pódio e uma final A respectivamente.
David Sayanda

“Depois das últimas provas não me terem corrido da melhor forma, hoje estava cheia de vontade de fazer boa prova. Correu-me bem, apenas tive pequenas falhas que me valeram alguns preciosos segundos. Fiquei contente com a minha prestação e espero que nos próximos anos consiga melhorar o meu 29º lugar de hoje.”
Vera Alvarez
.

“A prova de Sprint correu-me bem tecnicamente, nunca falhando nenhum ponto e atacando-os sempre pelo lado correcto. Tive um início sempre sem quebras, mas ao falhar a base do ponto 12 e ao ter de voltar atrás para o picar quebrei o ritmo e perdi cerca de 30 segundos na parte final. Sinto-me um pouco desapontado pois tinha em mente melhores resultados. Onde tinha maiores expectativas de obter um melhor resultado foi onde tive o pior ( na Distancia Longa), mas estou muito contente pelo nosso resultado nas Estafetas, conseguindo ficar nos 20 primeiros. Como primeira experiência numa prova internacional na disciplina pedestre gostei de tudo no geral e vou tentar voltar para o ano!
Gonçalo Cruz
.
“A prova de Sprint correu bem, mas apenas tecnicamente, com duas opções não muito conseguidas. O que mais estragou a minha prova foi a vertente física, pois não consegui correr muito rápido... Tecnicamente ainda tenho de melhorar várias coisas, principalmente olhar menos vezes para o mapa... No geral, o EYOC’08 correu bem, considerando que foi a minha primeira experiência. Mas estava à espera de um pouco melhor... Para o próximo ano espero conseguir estar na Sérvia e fazer melhor do que neste ano.”
Rafael Miguel
.
.
“A prova de sprint começou por correr bem, com apenas uma hesitação antes do ponto de espectadores. A partir daí desconcentrei-me e cometi 2 erros, nos pontos 10 e 12, que me valeram 30 segundos. No ponto 19, mais uma vez por falta de concentração, pensei que tinha picado mal um ponto e perdi mais alguns segundos. A nível físico senti-me bem, tendo apenas notado algum desgaste nos últimos pontos. No geral do EYOC, penso que poderia ter feito muito melhor, mas a inexperiência levou-me a cometer muitos erros graves.”
André Pedralva

“O que aconteceu à Mariana Moreira foi uma infelicidade. Existia uma zona de espectadores muito grande, de passagem obrigatória, em que se tinham de controlar dois pontos nesse balizado, por entre a muralha. O 2º ponto do balizado era num canto da muralha, antes duma ponte a descer e que fez com que a atleta não tenha reparado no ponto. Acontece aos melhores.”
Tiago Aires
.
Saudações orientistas.
.
JOAQUIM MARGARIDO
.

Sem comentários: