quinta-feira, 25 de setembro de 2008

PELO BURACO DA FECHADURA...


TROFÉU NATURA

TAÇA DE PORTUGAL 2008 / 2009 ARRANCA NO PRÓXIMO FIM-DE-SEMANA

Criada em 9 de Maio de 2005 e apresentada publicamente seis meses mais tarde, a Secção de Orientação do Ginásio Clube Figueirense enfrenta, já no próximo fim-de-semana, a sua primeira grande prova de fogo organizativa. Cinco centenas e meia de orientistas, em representação de 41 clubes, irão estar na Lagoa da Vela [na imagem], naquele que é o arranque da Taça de Portugal 2008 / 2009. Venha connosco fazer a antevisão da prova, espreitando pelo buraco da fechadura…

Começou por se designar Club Gymnastico Velocipedico Figueirense e o seu aparecimento data desse longínquo 1 de Janeiro de 1895. E se o Ciclismo, conjuntamente com o Remo, estiveram na base da sua fundação, ao longo dos anos foi-se tornando conhecido através de modalidades como a Natação, o Halterofilismo e sobretudo o Basquetebol, com a conquista do Título Nacional da 1ª Divisão em 1976 / 77, a sua maior glória. Hoje, com a bonita de idade de 113 anos, o Ginásio Clube Figueirense é uma das figuras de proa do associativismo figueirense, movimentando anualmente milhar e meio de praticantes distribuídos por 11 modalidades.

Juventude versus “veterania”

Apesar da sua juventude, a Secção de Orientação é um dos mais floridos ramos desta frondosa e robusta árvore. A ela confiou a Federação Portuguesa de Orientação a responsabilidade de abrir as provas a contar para o “ranking” da Taça de Portugal de Orientação Pedestre 2008 / 2009, com a organização do Troféu Natura. Num mapa descrito pela organização como sendo “de pinhal, de progressão média / rápida, com detalhes de relevo acentuado e técnico”, é com enorme expectativa que se aguarda a entrada em cena dos verdadeiros artistas.

Com os 543 atletas distribuídos por 30 escalões de competição e 4 escalões abertos, as principais atenções centram-se nas provas destinadas às elites. A “geração de ouro” da modalidade – com duas ou três inevitáveis excepções – rivaliza com os consagrados e perspectiva-se a reedição dos empolgantes duelos da Pedra Bela (Gerês), aquando dos Nacionais Absolutos de 2008. Tiago Aires, Raquel Costa, Joaquim Sousa, Pedro Nogueira, Patrícia Casalinho, Celso Moiteiro ou Lídia Magalhães, de um lado, e Tiago Romão, Catarina Ruivo, Diogo Miguel, Mariana Moreira, Jorge Fortunato, Joana Costa e Isabel Sá, do outro, são garante de emoção a rodos e incerteza no resultado final até à chegada do último atleta.

“Um enorme desafio”

Sobre este verdadeiro “voto de confiança”, Vítor Rodrigues, o Director da Prova, adiantou ao Orientovar o seguinte: “Para uma Secção de Orientação como a do Ginásio Clube Figueirense, com tão pouco tempo de existência, é sempre um enorme desafio para qualquer Organização. Somos um grupo pequeno, com um longo caminho de aprendizagem a percorrer, mas que no entanto não voltamos a cara aos desafios, antes vemos nisso uma motivação e estamos determinados em fazer o nosso melhor. Aliás, como é nosso lema e apanágio.”

Sendo o Troféu Natura a primeira prova do calendário, Vítor Rodrigues tem consciência de que a fasquia é elevada mas as suas palavras são de esperança: “Que esta prova venha a augurar uma época cheia de bons resultados, em nome do crescimento e solidificação da modalidade no seio do desporto nacional. Da nossa parte, podem contar com o nosso saber, o máximo do nosso empenhamento e o limite do nosso crer. Estamos certos de que tudo correrá pelo melhor, a bem da Orientação.”

“Deixe-se envolver pela magia do local!”

Falando dos apoios recebidos, Vítor Rodrigues faz questão de realçar que “é de elementar justiça salientar todo o apoio que instituições e organizações nos dispensam, porque sem elas tudo se tornaria impossível de pôr de pé. É o caso, na circunstância, da Junta de Freguesia do Bom Sucesso e do Casino da Figueira, entre muitos outros. Sem eles, não seríamos capazes de trilhar o caminho que definimos como nosso.”

Finalmente, todos aqueles que se desloquem à Lagoa da Vela, “só poderão esperar dois dias de bons mapas, puro divertimento, agradável paisagem e convívio são em toda a jornada. As provas decorrerão em terrenos contíguos a grandes espaços de água, que possuem um encanto e beleza próprios. Que cada um se deixe envolver pela magia do local, num registo de pura natureza que nos surpreende todos os dias e estamos convictos de que todos os que se inscreveram no nosso Troféu não se arrependerão. Só esperamos que as condições meteorológicas nos ajudem.”


[Saiba tudo sobre o Troféu Natura aqui]

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO

.

Sem comentários: