segunda-feira, 7 de abril de 2008

CRÓNICAS DO NAOM 2008 (CONCLUSÃO)


REFLECTINDO…

Foi assim em 2007, volta a ser assim este ano. Ao chegarem ao fim, as Crónicas do NAOM deixam-me uma sensação de nostalgia difícil de descrever. Como se me fosse difícil romper com algo que, ao longo do tempo, fui interiorizando, para mais tarde ver materializado no terreno e prolongado no tempo através da escrita.

Sinto um prazer imenso quando escrevo. Ter um bom motivo para escrever é algo que não se pode desperdiçar. A Orientação – e, em particular, o Norte Alentejano O’Meeting – é uma fonte de inspiração que me permite dar asas ao exercício da criação pela escrita. Daí o meu sincero abraço de gratidão ao Grupo Desportivo 4 Caminhos pela oportunidade de, uma vez mais, me permitir desenvolver estas Crónicas.

Deixem-me, igualmente, reafirmar a enorme emoção sentida e vivida por me terem julgado merecedor de vosso apreço e me terem prestado uma sentida homenagem. Disse-o publicamente e reafirmo-o: Pessoas que vivem as coisas da forma como eu as vivo, são pessoas que “correm por gosto”. Porém, ao contrário do que é voz corrente, isto cansa e desgasta, levanta questões de toda a ordem. É a nossa forma de estar na vida que nos mantém firmes, contra ventos e marés. Daí que o reconhecimento do trabalho desenvolvido, nem que seja através duma simples palavra, é como que um “suplemento vitamínico” que nos ajuda a eliminar toxinas e a preparar o físico para novos embates.

Agora sim, chegam ao final as Crónicas do NAOM 2008. Surgiram carregadas de música e imagens, sonho e poesia. As palavras de António Gedeão e os acordes de Manuel Freire foram companheiros preciosos neste processo de criação que permitiu prolongar o NAOM por mais um mês. Resta-nos a consolação de saber que o Fernando Costa não nos vai deixar estagnar neste limbo até Janeiro de 2009. Alter do Chão já está em cima da mesa e os “fins-de-semana” alucinantes não tardarão a surgir. Fazendo-nos voar nas asas do sonho.

Saudações orientistas.

JOAQUIM MARGARIDO


(foto gentilmente cedida por João Alves)

Sem comentários: